A vida fraterna na Comunidade Recado

A vida fraterna é um dos dons do Cristo Ressuscitado para os cristãos. Assim, como o amor é a essência do cristianismo, não existe reino de Deus sem vida entre irmãos, uma vez que o amor a Deus se comprova pelo amor aos irmãos. 

E há muitas passagens bíblicas que comprovam isso: 

“Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei. Somente assim podereis ser reconhecidos como meus discípulos” (cf. Jo. 13,34-35);

“A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma” (cf. At 4,32);

“Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” (cf. I Jo. 4,20).

Mas o que é a vida fraterna? Vamos descobrir neste post, e ainda mais: como é a vida fraterna na Comunidade Recado. Confira!

Papa Francisco e a vida fraterna

“Aqui está um ótimo segredo para sonhar e tornar a nossa vida uma bela aventura. Ninguém pode enfrentar a vida isoladamente (…); precisamos duma comunidade que nos apoie, que nos auxilie e dentro da qual nos ajudemos mutuamente a olhar em frente.”

Com essas palavras, O Papa Francisco nos introduz na Encíclica Fratelli Tutti sobre a Fraternidade e a Amizade Social. E nos fala da necessidade de uma comunidade que nos apoie, auxilie e nos ajude.

No entanto, essa comunidade não está relacionada à vida familiar, mas aos irmãos e irmãs com quem nos encontramos no caminho da vida, em nosso caso, uma vida marcada pelo cristianismo, pelo Amor de Deus que recebemos e levamos para todos os lugares.

Dessa forma, a comunidade é marcada pela vida fraterna cuja inspiração se encontra no evangelho. Logo, essa fraternidade não é feita de laços sanguíneos, nem de contrato de trabalho, mas ele tem como base a dignidade de cada um diante de Deus. 

Por isso, na vida fraterna não nos cabe escolher os irmãos, porém acolhê-los como um dom de Deus em nossa vida e os próprios desafios no mundo se encarregarão de estreitar os laços de carinho, companheirismo e amizade entre nós.

Portanto, para trilharmos o caminho da vida fraterna, vamos acolher o ensinamento do Papa que nos diz que a fraternidade é um dom universal.

A vida fraterna tem um grande irmão: São Francisco.

Vamos continuar com o Papa Francisco

“Com efeito, São Francisco, que se sentia irmão do sol, do mar e do vento, sentia-se ainda mais unido aos que eram da sua própria carne. Semeou paz por toda a parte e andou junto dos pobres, abandonados, doentes, descartados, dos últimos.”

Para o Santo Padre, São Francisco é um exemplo de fraternidade sem fronteiras, capaz de superar as barreiras pessoais, nacionalidade, cor ou religião. Ele é o irmão de todos e capaz de entregar sua vida para que cada um conheça Cristo e seu evangelho.

Dessa forma, São Francisco não impôs o evangelho a ninguém, mas anunciou o amor de Deus. E não diferente de hoje, o santo enfrentou muitas barreiras, brigas entre famílias, disputas políticas, miséria e preconceitos sociais.

No entanto, ele comunicou a paz, porque a trazia dentro de si, era um homem livre de todo desejo de domínio sobre os outros e cheio de zelo por tudo o que Deus criou: as plantas, os animais e principalmente seus semelhantes.

Portanto, “sonhemos como uma única humanidade, como caminhantes da mesma carne humana, como filhos desta mesma terra que nos alberga a todos, cada qual com a riqueza da sua fé ou das suas convicções, cada qual com a própria voz, mas todos irmãos.”

Vida fraterna e vida comunitária

Agora, de forma prática, vamos entender a vida fraterna. Já vimos o quanto ela é uma ação impregnada pelo evangelho. No entanto, ela possui seu espaço e está presente nas relações que cultivamos, principalmente, nos movimentos e Comunidades das quais fazemos parte.

Por exemplo, existe a vida fraterna na paróquia. Se participamos de alguma pastoral ou movimento, temos comunhão com os irmãos (ãs) que caminham conosco, doam seu tempo e constroem a comunidade. 

Agora, se faço parte de uma Nova Comunidade, além da vida fraterna, temos a vida comunitária, naquelas que possuem comunidade de vida. Vamos fazer essa breve distinção: a vida comunitária é caracterizada pelos irmãos (ã) que moram juntos. Logo, a vida religiosa e as comunidades de vida possuem vida comunitária.

Já a vida fraterna é a comunhão entre todos os irmãos. Tanto os que moram como os que frequentam praticam a vida fraterna. Se fosse uma operação matemática, podemos dizer que a vida comunitária está contida na vida fraterna.

Portanto, a vida fraterna engloba todos, é um laço comum, universal. Membros consagrados, a caminho da consagração, vocacionados, amigos da obra, grupo de oração, enfim, todos fazem a vida fraterna acontecer; ela é uma grande rede de pesca, onde cada um encontra seu lugar, seu estado e seu chamado específicos.

Comunidade Recado – lugar de irmãos

A Comunidade Recado é uma Nova Comunidade formada por leigos, celibatários e casais, que se consagram a Deus e se comprometem, através da vivência dos conselhos evangélicos anunciar a todos um Recado exclusivo do amor de Deus.

Logo, o carisma Recado é lugar de irmãos e irmãs que o Senhor escolheu para compartilharem suas vidas e testemunharem o chamado de Deus juntos. A realidade de comunidade de vida e de aliança faz parte da Comunidade e todos eles constroem a vida fraterna. 

Diante de um mundo ferido pelo isolamento social, materialismo e preconceitos, a vida fraterna, na Comunidade Recado, é um suporte para enfrentar a indiferença e  caminho que comprova que os amigos conquistados na vida virtual são a extensão daqueles que temos na vida real.

Portanto, a fraternidade se manifesta de maneira simples, no cuidado com outro, pela partilha da vida, através do socorro espiritual e material. Ela é feita de abraços e sorrisos, onde cada um tem algo a oferecer, sem rótulos, nem privilégios, mas valorizando a dignidade de cada um.

São Francisco, nosso modelo de fraternidade

A Comunidade Recado tem a alegria de ter São Francisco como um de seus intercessores, junto com Santa Teresinha do Menino Jesus. 

É deste Santo tão querido a famosa frase:

“Ninguém é suficientemente perfeito, que não possa aprender com o outro!”

De São Francisco aprendemos a vivência do louvor, da alegria, da evangelização, a alegria de vivermos como irmãos e irmãs, além do grande amor pela Igreja.

De forma concreta, encontramos a verdadeira felicidade na pertença a Deus e aos irmãos. A vida em Comunidade é construída por todos, sem exceção. E cada um, ao seu tempo, ajuda a escrever a história do Carisma com sua própria vida.

Portanto, Deus nos fez primeiro instrumentos de resgate de seus filhos (as), porque Ele sabe que precisamos de irmãos (ãs), a fim de formarmos uma família segundo seu Coração, para respondermos aos apelos do mundo pós-moderno com santidade e vida fraterna.

Contamos com a ajuda do irmão de todo irmão: São Francisco de Assis, rogai por nós!

Descubra mais sobre o assunto lendo: O que é fazer parte de uma nova Comunidade da Igreja Católica?

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
Email

Leia também:

Rezemos uns pelos outros

“A intercessão é uma oração de petição que nos conforma de perto com a oração de Jesus. É Ele o único intercessor junto do Pai em favor de todos os homens, em particular dos pecadores. Ele ‘pode salvar de maneira definitiva aqueles que, por seu intermédio, se aproximam de Deus, uma vez que está sempre vivo, para interceder por eles.” (Catecismo da Igreja Católica, 2634)

Leia mais »

Deixe um comentário

Comunidade Recado

© 2021 comunidade católica recado. feito por fluxo soluções digitais.

plugins premium WordPress