3 dicas para quem quer descobrir sua missão no mundo

Toda pessoa tem uma missão no mundo e todos, um dia, fomos influenciados pela missão de alguém, sejam nossos pais, amigos, professores, alguma celebridade ou vida de um santo que nos impactou. 

Ora, ninguém nasceu por acaso e não é preciso estar na mídia ou ter milhões de seguidores para exercer uma missão. O Papa Francisco diz que se ao longo de nossa vida nós fizermos o bem a uma única pessoa, já teremos cumprido nossa missão.

Portanto, a missão é algo importante a se descobrir e não é complicado. É preciso primeiro seguir algumas dicas que vamos indicar neste post para você.

Mas, viver como batizado já é uma grande missão! Uma vez que o cristianismo tem como essência a maior de todas as exigências para a humanidade: amar.

Então, como batizado, você já pode se considerar no caminho de descobrir sua missão no mundo e se alegrar por isso. E para ajudar a esclarecer melhor esse caminho, preparamos 3 dicas para você.

Mas, antes das dicas, o que é missão?

O termo “missão” vem do latim missĭo e diz respeito à ação de enviar. Essa palavra é usada em vários âmbitos, como: empresarial, escolar, religioso e pessoal.

No entanto, vamos tratá-la no aspecto religioso, tendo Deus como nosso primeiro referencial e procurar nossa missão no mundo.

Sendo assim, o conceito de missão, como ação de enviar, nos faz compreender que Alguém nos envia. Logo, não estamos sozinhos nesta peregrinação, já que essa ação estabelece movimento – Vai! Há Alguém com autoridade de envio conosco!

Portanto, missão é o porquê e o para quê de nossa existência. Encontro a resposta do porquê – o motivo, o sentido –  dentro de mim e o para quê, na relação com o outro. Há um constante movimento nesta descoberta: você, Deus e o outro. Estando no centro – Deus.

#1 Dica: Leia as inquietações do coração para descobrir sua missão no mundo

Da mesma forma que o mundo está cheio de informações e até poluições visuais e auditivas, também algumas situações chamam nossa atenção e nos provocam uma reação positiva, capaz de ajudar as pessoas e o meio ambiente.

Então, com certeza, alguma coisa nos inquieta e nos pede uma ação, mesmo que seja rápida, como por exemplo: resgatar um animal da rua; apanhar o lixo da praia; ajudar um idoso a atravessar a rua e outras ações.

Dessa forma, começamos a ler as inquietações do coração – e essa pergunta precisa ser feita: o que me inquieta por dentro? O que posso fazer para ajudar? Ou, ainda mais profundo: Quem posso ser para impactar pelo menos aqueles que estão ao meu alcance?

Assim começa a leitura do coração para descobrir sua missão no mundo. Essa resposta pode encontrar uma solução através de uma profissão que irá dignificar sua vida e consolar o povo de Deus.

Porém, essa resposta pode provocar um anseio vocacional, uma resposta com a vida. E então o que fazer? Procurar um bom acompanhamento vocacional. Lembra do “porquê”? Pois é! A descoberta é pessoal e intransferível. Sua missão no mundo é mais do que fazer coisas.

Que tal aprofundar esse tema? Leia: Você já encontrou o sentido da vida?

#2 Dica – Observe quais são suas inclinações

Você, com certeza, já escutou essa afirmação: “Você tem inclinação para médico, advogado ou professor”, alguma coisa ligada à profissão. E pode ter dito pra alguém também. A inclinação é uma tendência a algo. Ela não diz tudo, mas já é um primeiro passo.

Portanto, observe suas inclinações, porque elas ajudam a descobrir sua missão no mundo. Isso vale também para a vocação específica, lembra dopra quê”? Essa resposta explica sobre sua relação com as pessoas, com o outro.

Sendo assim, posso descobrir que sou chamada a viver o matrimônio, constituir uma família, ter filhos e viver a missão no mundo dessa forma – que belo! Mas posso ainda perceber sinais de vida totalmente entregue a Deus – que fantástico! 

Ora, posso também viver o matrimônio ou o celibato em uma Comunidade Nova como consagrada(o), no matrimônio ou na vida celibatária, por meio de um carisma específico. Toda vocação é bela e ela começa por uma simples inclinação.

#3 Dica – Converse com Deus sobre sua missão 

A conversa com Deus está em todo caminho para a descoberta da nossa missão no mundo. O Papa Francisco diz que quem reza é como o apaixonado, que traz sempre no coração a pessoa amada, onde quer que esteja.

Sendo assim, conversar é dialogar e, assim, rezamos um pouco em cada momento do dia. Mas esse diálogo também pede momentos especiais, principalmente quando o assunto é sério e envolve decisão de vida.

Veja bem: uma coisa é a gente conversar com Deus e dizer: me ajuda nessa prova de hoje! Outra é dizer: qual meu lugar no mundo a serviço dos irmãos? Veja que ambas são orações, mas uma exige mais empenho e cautela que a outra.

Portanto, a conversa com Deus sobre nossa missão no mundo precisa ter hora e lugar apropriados. Não significa que a resposta venha em um envelope endereçada a você, porque é Deus quem escolhe como responder às nossas perguntas, mas a oração pede atenção de nossa parte.

Com essas dicas, você já pode dar os primeiros passos em busca de respostas sobre sua missão no mundo. Sem se esquecer de que o primeiro interessado é o próprio Deus; Ele nos envolve, nos atrai e nos impulsiona no caminho.

Quer acompanhar mais de perto a nossa missão? Esperamos você também em nosso Instagram! 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Leia também:

Deixe uma resposta

Comunidade Recado

© 2021 comunidade católica recado. feito por fluxo soluções digitais.