Coração de Jesus, mais que uma devoção

Nove semanas nos separam da Festa da Misericórdia, vivida no 2° domingo de Páscoa, da Solenidade do Coração Jesus. Podemos dizer que a Misericórdia que emana desse coração vem ao nosso encontro onde quer que estejamos e durante essas nove semanas nos impulsiona a caminhar em direção a esse coração que foi aberto para nós no alto da cruz.

Quando falamos do Coração de Jesus, alguns trechos bíblicos vêm a nossa memória: “Porque eu sou manso e humilde de coração” (Mt 11,29), “O discípulo amado reclinou a cabeça no peito de Jesus” (cf. Jo 13, 23), e em especial “… um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água” (Jo 19,34). Esses trechos bíblicos, em especial sobre o coração trespassado, vêm nos mostrar a origem e a grandeza dessa espiritualidade, inaugurando um novo tempo, uma nova criação. Mas para nos aprofundarmos ainda mais nessa espiritualidade é importante contemplarmos a misericórdia desse Deus tão grande que se faz pequeno. Assim esse ato de misericórdia inicia no momento da Encarnação, no SIM de Maria “E o verbo se fez carne e habitou entre nós” Jo 1, 14

Tão grande mistério de amor. Deus em sua misericórdia se inclina até nós e se faz homem. Na encarnação, como homem, Deus tem um coração. Na gestação humana o primeiro órgão a se desenvolver é o coração. Já nas primeiras semanas de gestação podemos escutar o coração que palpita. Assim de forma natural, na Encarnação de Jesus, no seio da Virgem Maria, o primeiro órgão a se formar foi o
CORAÇÃO. E foi esse coração que alimentou a vida de Jesus no cotidiano até a sua morte na Cruz. E após a sua morte, esse mesmo coração foi transpassado pela lança do soldado de onde jorrou sangue e água, simbolizando assim que desse mesmo coração nascia uma nova criação. E é ainda desse Sagrado Coração que emana a vida para toda a humanidade. Esse grande mistério faz do Coração de Jesus mais que uma devoção, mas uma espiritualidade. Quando falamos de devoção, falamos de práticas oracionais que nos levam a honrar o coração de Jesus, mas que também nos fortificam no nosso caminho de fé. Por outro lado, a espiritualidade é MAIS PROFUNDA, ela é um caminho seguro que nos leva à Santidade. Nesse caminho escutamos o chamado “Vinde a mim vós todos que estais cansados, sob o fardo e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós porque eu sou manso e humilde de coração…” (Mt 11, 28-29)

Imagem: Pixabay


A espiritualidade do coração de Jesus é assim um grande sinal para o tempo em que vivemos, ela é a porta que nos abre ao novo de Deus, nos levando a compreender que o nosso Deus tem um coração. Nesse momento particular, estamos sedentos, cansados, procurando um oásis para podermos descansar. Assim como a Samaritana estamos perguntando: “Senhor, onde eu encontro essa Água Viva? (cf Jo 4). E assim o Evangelho de João nos leva a compreender que essa fonte inesgotável jorra do coração de Jesus que foi traspassado na Cruz. Quando compreendemos e vivemos essa grande graça, somos chamados assim como a Samaritana a sair proclamando: “Eu encontrei o Senhor” e assim transbordar essa espiritualidade, levando esse coração de Cristo a todas as pessoas.
Para progredirmos nesse caminho de santidade podemos repetir várias vezes ao dia a Jaculatória: “Sagrado Coração de Jesus, fazei o meu coração semelhante ao vosso”, assim seremos levados, dia após dia, a ter os mesmos sentimentos de Cristo. A Espiritualidade do Coração de Jesus quer nos levar, através de uma experiência profunda da misericórdia, a assumir os sentimentos do Cristo indo ao encontro daqueles que hoje precisam ser acolhidos por esse Coração.
Convidamos você, então, a mergulhar nessa espiritualidade durante esse tempo Pascal. Faça essa experiência de mergulhar no amor misericordioso e a cada semana dê passos concretos para ir ao encontro desse coração aberto.
Mas como podemos fazer esse caminho? Algumas dicas:

  1. Fazer uma experiência da misericórdia. Reconhecendo que Deus é amor.
  2. Voltar-se a esse Coração em Louvor e Gratidão.
  3. Buscar a intimidade com Ele através da adoração Eucarística
  4. Reconhecer esse coração como fonte de alegria
  5. Consolar o Coração de Jesus com e pelas artes
  6. Conduzir o outro, pelo meu testemunho, a um encontro pessoal com esse coração
    Quer se aprofundar ainda mais, venha viver conosco no HOZANA um itinerário de 9 semanas para mergulhar na Espiritualidade do Coração de Jesus. A cada sexta feira, uma nova meditação, um tempo de oração e um convite para irmos mais longe. Clique aqui para se inscrever!
    Alexandre Santos, membro da Comunidade Recado
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Leia também:

Deixe uma resposta

Comunidade Recado

© 2021 comunidade católica recado. feito por fluxo soluções digitais.