11 artistas católicos brasileiros que você precisa conhecer

A arte católica brasileira tem grandes nomes que até hoje são referência para os que chegam agora. Esses homens e essas mulheres são religiosos, jovens e até mesmo profissionais que vivem a arte como missão na Igreja. Suas canções, peças de teatro, dança, entre outros são muito mais do que sucessos, são preciosidades capazes de tocar o coração, porque surgiram a partir da experiência com Deus que alimentam dia a dia. A seguir, preparamos uma lista com 11 artistas católicos brasileiros que você precisa conhecer.

1 – Padre Zezinho

O sacerdote José Fernandes de Oliveira, também conhecido como Padre Zezinho, é um dos principais nomes quando se fala de música católica brasileira. Sua missão começou nos anos 1970. O primeiro disco lançado foi “Canção Para Meu Deus” em 1976. De lá para cá, já nasceram mais de 30 novos álbuns. A música mais conhecida desse artista, com certeza, você já ouviu tocar. “Te Amarei, Senhor” pode ser considerada a canção mais executada diante do altar nas paróquias ainda nos dias de hoje.

2 – Monsenhor Jonas Abib

Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, é outro nome que permanece sendo uma das principais referências para os músicos que desejam servir a Deus na Igreja. O sacerdote já gravou diversos álbuns, contudo a música para ele é um dom que Deus deu para ajudá-lo na vivência da sua vocação. “Eu pedi a Deus que se a música fosse útil ao meu sacerdócio que Ele me ajudasse a aprender música”, contou certa vez em um entrevista.

“Minhas músicas são frutos de uma experiência com Deus Vivo para depois servir e cantar. Todas as nossas obras fonográficas e todas as nossas iniciativas como shows, encontros, louvores, congressos são formas de servir a Deus”, ressaltou ainda Padre Jonas Abib.

3 – Ziza Fernandes

Dona de uma voz suave e inconfundível, Ziza Fernandes tem mais de 30 anos de carreira e se define como “uma pessoa inquieta e sedenta”. A artista é cantora, compositora, professora, empresária, escritora e ainda musicoterapeuta. Ela já participou de grandes eventos como a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Brasil e também de diversas edições do Festival Halleluya. Entre as canções mais tocadas, está “O Que Agrada a Deus”.

4 – Bruno Camurati

O cantor e compositor Bruno Camurati está entre as novas expressões da música católica brasileira. O seu estilo próprio de cantar para Deus tem atraído principalmente o público mais jovem. A “Canção de Pedro” é uma das suas músicas conhecidas e tocadas entre os ministros de músicas.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=73&v=r62ncD_thZw&feature=emb_title

5 – Wilde Fábio

Wilde Fábio é missionário da Comunidade Católica Shalom. Ao longo de sua trajetória servindo nas artes, compôs canções, escreveu peças, dirigiu espetáculos. Wilde consegue de forma criativa utilizar as principais tendências da música popular em prol da evangelização. Tudo isso com as marcas próprias da Vocação Shalom e também com um olhar humano muito particular. Entre suas composições artísticas, está o espetáculo “O Canto das Írias”, conhecido por apresentar a história do amor de Deus pelos homens. Em relação a suas composições, podemos destacar a canção “Se Tu Roubares”.

6 – Raquel Carpejani

Raquel Carpejani é consagrada e missionária da Comunidade Católica Recado. Estudou Canto MPB/Jazz no Conservatório de Tatuí. Participou da gravação do álbum da Comunidade Recado -“A Riqueza de Um Amigo”. Em 2007, teve a inspiração da criação de uma escola que pudesse unir “a luz do palco à luz do altar”. Uma escola que ensinasse aos artistas o valor da espiritualidade e da santidade unidas ao aprimoramento artístico. Sua ideia foi acolhida e promovida pela Comunidade Recado, nascendo assim a “Escola de Formação para Artistas Católicos – EFAC” . Raquel também contribuiu com a preparação litúrgica da semana missionária da JMJ 2013 que aconteceu no Brasil. Ela esteve representando as Novas Comunidades.

7 – Suely Façanha

Em 2021, Suely Façanha, missionária da Comunidade Católica Shalom, celebra os 25 anos do seu ministério. A artista possui uma das vozes mais conhecidas e apreciadas na cena musical católica do Brasil. “Abraço Eterno”, “Com Tua Mão” e “És o Sentido” estão entre as suas músicas mais conhecidas. Suely conta que, desde o início, Deus deu a ela o motivo certo para servir: o próprio Senhor. “Preciso falar do Amor dEle para as pessoas. Entendo a urgência da evangelização e sei que não estou só. Canto o que meus irmãos vivem junto comigo. Jesus me sustentou e hoje convido todos a viverem essa experiência com Ele”, partilha.

https://www.youtube.com/watch?v=SFOEhEsytY4

8 – Eugênio Jorge

Eugênio Jorge é cantor, compositor e produtor musical. O artista teve o seu encontro pessoal com Jesus em 1979 quando deixou de lado a vida de carnavalesco. Sua biografia conta que ele converteu-se de sambista para salmista. Foi Eugênio que deu ao Brasil uma linda versão da música “Ninguém Te Ama Como Eu”, originalmente gravada em língua espanhola.

9 – Adriana Arydes 

Adriana Arydes nasceu em São Paulo, mas logo sua voz conquistou o país inteiro. A artista fez parte da banda Canção Nova. Seu primeiro trabalho musical foi em 1999 com o álbum “Reencontro”. Foi por meio da música que Adriana descobriu uma forma de anunciar a Palavra de Deus. A cantora já é presença confirmada nos principais eventos de música católica do Brasil, além de ter concorrido ao Grammy Internacional, na categoria música gospel, com o álbum Sagrado, em 2019. 

10 – Irmã Kelly Patrícia

Desde os 15 anos de idade, Irmã Kelly Patrícia tocava e cantava na Paróquia Jesus, Maria e José, em Fortaleza, no Ceará. Em 1991, com diversas composições feitas a partir de poemas de Santa Teresinha do Menino Jesus, Santa Teresa de Ávila e São João da Cruz, surgiu o desejo de gravar suas canções. O tempo passou e logo a religiosa foi ganhando destaque no cenário da música católica. Atualmente, Irmã Kelly Patrícia tem levado seus louvores a Deus para diversos programas de TV e de rádio, além de participar de inúmeros eventos pelo Brasil.

11 – Walmir Alencar

Em 1985, Walmir Alencar fundou a banda Vida Reluz. O grupo fez sucesso no período e até hoje tem músicas que marcam a caminhada de muitos fiéis. Tempo depois, Walmir passou a fazer parte do Ministério Adoração e Vida. Suas canções já foram gravadas por inúmeros artistas católicos, como Adriana Arydes. Entre elas, estão “Abraço de Pai”, “Celebra a Vitória” e “Em Tua Presença”.

Quer saber mais sobre a música católica brasileira? Então, acesse os conteúdos disponíveis no site. Confira também 5 coisas sobre a história da música que tem tudo a ver com a Igreja Católica.

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp
Email

Leia também:

Rezemos uns pelos outros

“A intercessão é uma oração de petição que nos conforma de perto com a oração de Jesus. É Ele o único intercessor junto do Pai em favor de todos os homens, em particular dos pecadores. Ele ‘pode salvar de maneira definitiva aqueles que, por seu intermédio, se aproximam de Deus, uma vez que está sempre vivo, para interceder por eles.” (Catecismo da Igreja Católica, 2634)

Leia mais »

Deixe um comentário

Comunidade Recado

© 2021 comunidade católica recado. feito por fluxo soluções digitais.

plugins premium WordPress