Notícias - Recado

Campeão de acessos Leonardo Falconeri, Psicólogo membro compromissado da Comunidade Recado fala sobre temas de formações mais acessados em nosso site!

Campeão de acessos Leonardo Falconeri, Psicólogo membro compromissado da Comunidade Recado fala sobre temas de formações mais acessados em nosso site!

Leonardo Falconeri, Psicólogo e psicanalista, Compromissado da Comunidade Recado há seis anos e artista, dramaturgo, diretor teatral e ator,responde a uma pequena entrevista feita via e-mail para o nosso site, Leonardo sempre contribui escrevendo formações para os artistas Católicos em nosso site, sendo ele o autor de duas formações recordistas de acessos, cada uma com mais de 8.000 visualizações com os temas: A masturbação pode atrapalhar meu serviço? e Um irmão homossexual quer servir. Pode? 

 Segue sua entrevista: 

1-) O porquê ele acredita que essas formações foram recordistas de acessos?

Acredito que devido ao fato de serem assuntos polêmicos e que tocam a realidade de muitas pessoas. Infelizmente também são assuntos que não são muito abordados nas formações. Assuntos relativos à sexualidade são constrangedores para muitas pessoas. Todo mundo sabe que existe, mas não querem falar sobre”.

2-) O que ele, enquanto profissional aconselharia aos leitores, ministros de música e artistas que estão tão interessados nesses temas?

“Estudem, procurem se informar. Tenham cuidado com os posicionamentos desumanos e não cristãos. É importante estarmos bem preparados para acolhermos todos os filhos de Deus. E se você perceber dentro de si barreiras ou dificuldades em ralação a esses assuntos procure por acompanhamento e não se force a trabalhar isso nos outros sem estar livre pra isso”.

3-) O que os coordenadores podem fazer para orientar as suas ovelhas nessa área?

Antes de tudo acompanhar e estar sensível para a dor do outro. É preciso respeito e misericórdia para tratar de assuntos tão delicados. Dependendo do caso pode ser orientado ou bom psicólogo ou psicanalista. É importante ter referência desses profissionais antes de alguma indicação. Orientem suas ovelhas no amor, como filhos que precisam ser cuidados. E por fim, tenham paciência e esperem as eventuais demoras dos outros. Tratar com ser humano requer cuidado e paciência”.