Voz: Instrumento de evangelização!

Voz: Instrumento de evangelização!

“Meu canto é água serena
Recolhido em fonte pequena
Canto doído, canto chorado
Canto solfejado com voz amena...”

(Úrsula Avner)

Todas as pessoas que utilizam a voz como instrumento de trabalho são chamadas de profissionais da voz. Estes profissionais podem ser professores, atores, locutores, operadores de tele atendimento, religiosos, vendedores, repórteres, advogados, dubladores, e é claro os cantores.

A voz tem um papel fundamental na comunicação e no relacionamento humano, portanto o profissional deve conhecer seu instrumento de trabalho, para que possa cuidar dele da melhor maneira possível. Da mesma forma que o atleta cuida de seu corpo para ter um bom desempenho, alguns cuidados podem contribuir para a boa produção de sua voz.

Um dos passos para cuidar de sua voz é saber identificar um problema, ou algo errado. É preciso atentar-se a sinais e sintomas como: cansaço vocal (durante ou após o uso da voz), perda de voz, rouquidão, dor, queimação e sensação de corpo estranho na garganta, necessidade de pigarrear constantemente, etc. Tais alterações podem ser decorrentes de comportamentos inadequados e/ou de abuso e mau uso vocal, que compreendem: falar muito alto, tensão/esforço na região de ombros e pescoço, uso da voz por longos períodos de tempo, forçar a voz, não realizar aquecimento vocal, ataque vocal brusco, dentre outros.

Sua voz é um instrumento único! Cuide bem dela!

 

Por Paloma Cabral, Fonoaudióloga especializanda em Voz – CRFa 18.435 e membro da Comunidade Recado.

 

Referências:  Salomao M. Clínica Fonoaudiológica Vocal. Revinter, Rio de Janeiro, 2011.

 

Confira: Campanha Mundia do Dia da Voz

Qual a forma de fazer as formações católicas chegarem ao Brasil e ao mundo? CLIQUE AQUI e temos uma solução.