Você já ficou sem falar? Cuidado!

Você já ficou sem falar? Cuidado!

Para quem não entende como a saúde da voz pode interferir na vida cotidiana de cada um, fica uma pergunta: "Já passou um dia inteiro sem falar?

Não são apenas cantores, locutores, atores e professores que dependem da voz para trabalhar cerca de 70% da população ativa têm na voz o instrumento de trabalho mais exigido, mesmo que ela não seja o foco de suas atividades. A principal causa de afastamento de professores na rede de ensino público de São Paulo está relacionada a problemas de voz. Pessoas que não dependem da voz para trabalhar também se prejudicam pelo seu mau uso. Especialistas calculam que até 30% da população apresentem algum tipo de lesão nas cordas vocais. As crianças, por exemplo, apresentam altos índices de nódulos (calos) nas pregas vocais. Isso acontece principalmente com os meninos com espírito de liderança, que costumam gritar durante os jogos de futebol com os amigos.

A voz depende de várias partes do organismo:

* cérebro: o comando é do sistema nervoso central.

* pulmões: o ar utilizado na produção da voz vem a partir dos pulmões.

* pregas vocais (também conhecidas por cordas vocais): a sua vibração produz o som fundamental.

* faringe: servem como caixa de ressonância ao som que vem das pregas vocais.* palato, lábios, dentes, bochechas e língua: articulam e modificam o som fundamental.O efeito final é a fala.  

Fique atento com sua voz!

Alguns sintomas podem significar algum distúrbio da voz. Eles terão maior importância se forem persistentes por mais de duas semanas:

* rouquidão

* pigarro

* dor ou ardência na garganta

* dificuldade ou dor para engolir

* perda da voz.

 

Os cuidados que você deve ter com sua voz:

* o inimigo número 1 é o cigarro, portanto, evite fumar.

* você pode ser um co-fumante, ou seja, estar inalando a fumaça do cigarro de outros, portanto, em locais fechados, é de bom hábito não fumar.

* não force a voz, procure falar confortavelmente.

* não grite.

* evite a “competição vocal”, ou seja, em ambientes muito barulhentos, você pode estar gritando sem perceber.

* evite o ato de pigarrear, ele representa um grande trauma para as pregas vocais.

* não cochiche.

* o volume da voz deve ser normal.

* articule bem as palavras.

* durante o dia, é bom ingerir muito líquido em temperatura ambiente.

* bebidas alcoólicas e geladas devem ser usadas com moderação.

* alimentos que causam azia e má digestão devem ser evitados; assim, frituras, chocolate, bebidas alcoólicas e alimentos ácidos devem ser consumidos com moderação.

* após alimentar-se, permaneça pelo menos uma hora sem deitar-se.

* mofo, poeira e cheiros fortes devem ser evitados.

                                                                                                                                                         Rogério A. Dedivitis

                                                        Chefe do Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Ana Costa


                                                 http://www.anacosta.com.br/clientes/espacosaude/CuidadocomaVoz.aspx

CLIQUE AQUI para saber o que é possível fazer pela arte católica no Brasil.