Teatro Católico não é lugar pra gente tímida! Será?

Teatro Católico não é lugar pra gente tímida! Será?

É comum que muitas pessoas costumem atribuir o exercício do teatro com uma questão de humor ou temperamento. Mas, a coisa não é bem assim. O teatro é uma expressão de arte que pode ser desempenhada por todos que assim desejarem e não é patrimônio exclusivo das pessoas ditas extrovertidas. Conheço diversas pessoas que são tímidas e que se revelam grandes atores quando o contexto exige.

Podemos dizer que todo mundo possui alguma parcela de timidez. Claro que algumas pessoas podem ter essas características de forma mais acentuada, mas nem por isso significa que essas pessoas não podem realizar algumas atividades de exposição como o teatro. Na verdade, a exposição que o teatro faz da pessoa que atua em um palco é uma exposição camuflada. Através de uma espécie de “disfarce” que caracteriza uma boa construção de personagem, o ator não se expõe na realidade. Ele expõe o personagem e pode se esconder através desse tipo de máscara que o permite lidar com atitudes e comportamentos bem diferentes da sua pessoa. Os grandes atores tímidos conseguem desenvolver um dispositivo interno que o permite atuar com um personagem naquele momento específico em que faz teatro. Todo o figurino, maquiagem, horas de ensaio, marcações de movimentos e gesto vão ajudando nesse dispositivo interno, permitindo que ao subir ao palco uma verdadeira transformação aconteça.

Por isso, que toda a preparação para o teatro é tão importante. Cada detalhe vai servindo como uma camada aonde a pessoa do ator vai criando e controlando esse processo. Quanto mais tempo e experiência ele vai conseguindo no teatro, mais seguro ele vai sendo nesse processo interior que é tão importante. Podemos nos perguntar: se o temperamento não é o mais importante no teatro, o que será então? O mais importante sem dúvida é o desejo que a pessoa tem de fazer teatro. Esse desejo se configura em horas de estudo, ensaios, cursos, aprendizado, esforço! Sem esse ingrediente nenhuma pessoa conseguirá se destacar e crescer no teatro, por mais extrovertida que ela seja. No caso do teatro católico esse desejo pelo teatro precisa estar aliado com um profundo senso de missão de levar Deus até as outras pessoas através do teatro. Todo e qualquer desejo nosso precisa estar em consonância com a vontade de Deus para que esses dons humanos possam transcender e agir com força e unção no coração de cada um que é atingido por nossa arte.

Se você é uma pessoa tímida, mas consegue detectar um chamado de Deus para evangelizar através das artes e possui um forte desejo em exercer o teatro o seu caminho, de início, só poderá ser um. Inicialmente, os primeiros passos irão requerer um grande esforço da sua pessoa. Vencer a sua timidez pode até gerar algum sofrimento interno. Mas, saiba que se você não desistir irá com o tempo fazendo teatro de uma forma cada vez mais natural. A arte do teatro não se revela para aqueles que não estão dispostos a sacrificar tempo, esforço e dedicação. Se você está disposto a isso não vai ser sua timidez que irá impedi-lo. Teatro é lugar, sim, para os tímidos. Teatro é lugar para todos.

 

Por Leonardo Falconeri, Membro Compromissado da Comunidade Recado.

 

Você acha que está faltando mais formação para os artistas católicos? Então CLIQUE AQUI e temos uma solução para te apresentar.