Série Sagrado Coração de Jesus

Série Sagrado Coração de Jesus

Coração de Jesus: Guardião da família

As 3 primeiras promessas do Coração de Jesus

 

O Catecismo da Igreja Católica nos diz que: “Jesus conheceu-nos e amou-nos a todos durante sua Vida, sua Agonia e Paixão e entregou-se por todos e cada um de nós: ... Amou-nos a todos com um coração humano. Por esta razão, o Sagrado Coração de Jesus, traspassado por nossos pecados e para a nossa salvação é considerado o primeiro sinal e símbolo daquele amor com o qual o divino Redentor ama ininterruptamente o Pai Eterno e todos os homens”. (Cat § 478)

Em 1675, Jesus fez um apelo a Santa Margarida Maria Alacoque: “Eis este coração que tanto tem amado os homens. Não recebo da maior parte senão ingratidões, desprezos, ultrajes, sacrilégios e indiferenças. Eis que te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento (Corpo de Deus) seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu coração, comungando, neste dia, e dando-lhe a devida reparação por meio de um ato de desagravo para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo em que esteve exposto sobre os altares. Prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino amor sobre os que tributem essa divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada”. Em seu apelo Jesus promete derramar graças em abundância àqueles que tributarem divina honra ao Seu Sagrado Coração e dentre essas bênçãos estão as 12 promessas de Seu Sacratíssimo Coração a nós.

As três primeiras promessas se dirigem de maneira muito especial às famílias daqueles que se dedicarem a essa devoção. São elas: “A minha bênção permanecerá sobre as casas em que se achar exposta e venerada a imagem de Meu Sagrado Coração” (1ª); “Eu darei aos devotos de Meu Coração todas as graças necessárias a seu estado” (2ª) e “Estabelecerei e conservarei a paz em suas famílias” (3ª). Por meio dessas três primeiras promessas de Jesus, podemos perceber o quão Deus em sua infinita Misericórdia não se cansa de derramar Suas graças sobre todos os filhos Teus.

É desejo do Sagrado Coração de Jesus, cuidar, curar, restaurar e edificar as famílias, está que é uma dádiva de Deus tão atacada no mundo hoje. Temos realidades muito diversas de famílias desestruturadas e, principalmente que perderam a fé e se afastaram de Deus. Matrimônios desfeitos por vícios, falta de amor, sexualidade desregrada, infidelidades, violências, filhos criados com os valores do mundo e tantos outros problemas sociais atingem direta e incisivamente as famílias. Muitos dizem que a família é uma instituição falida, porém, para nós cristãos isso não é uma verdade, pois sabemos que Deus é perfeito e que Ele nunca erra e, tampouco, abandona os filhos seus. Podemos dizer que a família é uma instituição muito atacada e que tem sido muito ferida, mas não esta fadada ao fracasso e nem falida.

É preciso trazer Deus para o centro de nossas vidas e de nossas famílias, consagrando-as ao Senhor e por meio da devoção do Sagrado Coração de Jesus, as famílias cristãs encontram-se com o Coração do próprio Cristo cheio de bençãos e graças a serem derramadas sobre nós. A graça de Deus permanecerá sobre os lares em que a imagem do Seu Sagrado Coração for venerada, mas vale ressaltar que, é preciso que Jesus esteja em nosso coração e que o adoremos presente na Eucaristia e em nós. De nada vale ter a imagem do Sagrado Coração de Jesus em casa se em nosso coração não existe lugar para o Senhor ou se damos a ele um lugar qualquer em nossa vida que não o centro e não vivemos concretamente a fé que professamos; O Senhor abençoará os devotos dando a ele todas as graças necessárias ao seu estado, abençoando e fazendo frutificar em graças o matrimônio; e estabelecerá e conservará a paz nas famílias, isto é, diante de tantas dificuldades, sofrimentos e conflitos pelos quais as famílias passam hoje, Jesus fará reinar a paz em seus corações e suas famílias.

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus nos aproxima ainda mais de Jesus, nosso Senhor e Salvador e, nos aproximando Dele nos faz ainda mais próximos do Pai. Em Cristo somos verdadeiramente filhos de Deus não apenas por palavras, mas Jesus nos coloca, nos ajuda a sermos e vivermos como filhos amados, confiando e se abandonando inteiramente em Teus braços de Pai.

 

Por Laianne Viana, Membro da Comunidade Recado

 

 

Refefência

 

Catecismo da Igreja Católica (Cat).

 

 


Qual a forma de fazer as formações católicas chegarem ao Brasil e ao mundo? CLIQUE AQUI e temos uma solução.