Ser Ministro de Música é chato!

Ser Ministro de Música é chato!

A nós cabe a parte "chata" que é estudar o Rito e aplicar as técnicas de nosso instrumento ou voz!                  Os músicos da liturgia parecem não entender o que está acontecendo...

Muitos estão esgotados porque querem viver a Santa Missa, mas estão cansados demais preparando músicas segundo a liturgia (que dá trabalho mesmo fazer corretamente, mas é importante), ensaiando e buscando técnicas para, com qualidade, sustentar a assembleia. E o pior: durante a Missa estão tão preocupados com todo seu serviço que não conseguem viver aquele momento! E voltam para casa sentindo que faltou algo...

Infelizmente é a realidade de muitos músicos católicos! Mas isso é uma falta de convicção do seu Ministério!

 O chamado a servir é justamente porque a nós cabem as dificuldades da liturgia!  O SIM que você dá não é só para chegar na hora da missa e dar o que quiser de QUALQUER JEITO!

O seu SIM deve ser completo! Se dedicar em técnica e espiritualidade!

Negar isso é dizer um "meio sim"... e sabemos que para Deus não existe isso!

"Diga apenas ‘sim’, quando é ‘sim’; e ‘não’, quando é ‘não’. O que você disser além disso, vem do Maligno." (Mateus 5, 37)

 

Músicos! Que possamos contar uns com os outros, pois só seremos fortes JUNTOS! E que nosso servir seja consciente, duradouro e frutifique!

 

Contem comigo! 

Forte abraço.

Jonas Rodrigues

(cantor católico)