São Francisco de Assis, uma vida de louvor e misericórdia

São Francisco de Assis, uma vida de louvor e misericórdia

A Misericórdia Divina foi um instrumento que também iniciou Francisco na vida de louvor. Pois, após as visitas de Deus, Francisco se sentia tão pecador, e sempre se recordava dos pecados do passado e dos que o cercavam no presente e ainda não tinha recebido a plena confiança de poder evitá-los no futuro. Mas, certo dia, tendo invocado mais completamente a misericórdia divina, mostrou-lhe o Senhor o que convinha fazer.

Foi o amparo da Misericórdia Divina que fez com que Francisco se despojasse de tudo e começasse a ter uma vida de gratidão, de oração, de intimidade e, acima de tudo, uma vida repleta de louvor e de reconhecimento de quem é Deus e reconhecimento de toda a Sua Obra.

Fato interessante este que nos relata Tomás de Celano: Vestido com uma roupa curta, ele que em outros tempos andara de escarlate, e cantando em francês através de um bosque, foi assaltado por ladrões. Perguntaram-lhe ferozmente quem era, e ele respondeu forte e confiante: “Sou um arauto do grande Rei!  Que é que vocês têm com isso?” Bateram-lhe e o jogaram numa fossa cheia de neve, dizendo: “Fica aí, pobre arauto de Deus”. Quando se afastaram, revirou-se na fossa e conseguiu sair, sacudindo a neve. Com alegria redobrada, começou a cantar em voz alta pelos bosques os louvores do Criador de tudo!”[1]

Francisco descobriu, mesmo em meio aos desafios e dor, que: “Somente um coração que experimenta constantemente a visita de Deus pode voltar-se para esse Deus em cânticos e palavras de “ação de graças”.[2]

Com Francisco aprendemos que Deus não se deixa vencer por nossos pecados, nem por nossas fraquezas e lentidão. Por isso, quando o pecado é assumido na humildade e simplicidade, torna-se caminho de encontro com Deus, experiência com Sua Misericórdia Divina e de gratidão.

Fonte: TOZADORE, H.; CARVALHO, L. A Arte de Louvar. p. 59. 2016



[1]ASSIS, São Francisco. Escritos e biografias de São Francisco de Assis.9 ed. Petropólis: Vozes, 2000

[2] RVR 10

Quer fazer a evangelização acontecer no seu ministério? Então CLIQUE AQUI. Quer saber como ela pode chegar o mundo inteiro?! CLIQUE AQUI