Revolução

Revolução

Chegou a hora! Vamos começar a Revolução! Convoco todos os soldados a tomarem suas armas: lápis, papéis, tintas, telas, vozes, instrumentos musicais, malabares, perucas, narizes, maquiagens, figurinos e esquetes. E não esqueçam o arsenal principal, pois a revolução é mundial e irá atingir o nível nuclear, secular: Missa, Adoração, Bíblia, terço, confissão! Joelho no chão! Revolução nuclear para alcançar o núcleo dos corações empedernidos.

Vamos invadir os palcos, tão cheios de estrelas e vazios de Arte. Vamos renovar os discos, tão cheios de músicas e vazios de Música. E falando em música, queridos músicos, vamos arranjar meios de criar novos arranjos. Chega dos desarranjos auditivos, das diarreias sonoras! Chega das mesmas letras! Há tantas no alfabeto! Caros poetas e letristas, Jesus não rima apenas com Cruz, com Luz. Basta de rimas pobres! Poema tem que ter poesia, senão é só mais um texto! Jesus rima com tanta coisa! Jesus rima com Arte! Dançarinos, menos corpo, mais Espírito!

Circenses, é hora de rasgar as velhas empanadas! É hora de se deixarem molhar pela chuva de Graças que não cessa de cair!

Malabaristas e equilibristas, chega de andanças na corda bamba! Chega de desequilíbrios! O bom mesmo é seguir em frente, andando em linha reta. Chega de olhar para baixo. Olhem para o Alto! Busquem o Alto! Não fiquem balançando da direita para a esquerda, da esquerda para a direita. O caminho que leva ao Céu é estreito, mas é reto. Lancem para cima, junto com os malabares, todas as suas preocupações, tristezas e angústias. E caso venha a cair algo no chão, não se desesperem. Há sempre uma nova chance! Um novo picadeiro, um novo público! Respeitável público! E pirofagia só fica bonito quando o fogo vem de dentro, literalmente! Fogo do Batismo! Línguas de fogo!

Trapezistas, subam, subam o mais alto que puderem! Corda, tecido, não importa! Quanto mais alto, mais lindo fica o show! Mais linda fica a Vida! Vida em abundância!

Ah, e quanto a vocês, Palhaços? Haverá ofício mais nobre do que o vosso? O de fazer Graça? Divina missão! Acho que Jesus voltará como um de vós! Se é que já não anda por aí, arrancando as mais libertadoras gargalhadas!

Povo do Teatro, salve, salve! Chega de astros e estrelas! Não somos astrólogos! Energia positiva só na tomada! E cuidado com o choque! Energia boa é a que vem lá de cima. E quebrem a perna: da soberba, do egocentrismo, do orgulho!

Vamos fazer como o nosso Criador, o Artista Mor! Vamos pintar o sete em sete dias e criar um mundo novo, repleto de Arte e de Amor. E para isso, vamos abrir o tão esquecido Baú de Criatividades, chamado Espírito Santo, com o auxílio, o Louvor e a Alegria de Maria, que é a maior de todas as coadjuvantes, protagonista do maior de todos os esquetes que o mundo já viu: A Salvação. E vamos à Revolução!

 

Por Alexandre Reis, Membro da Comunidade Recado.

 

Qual a forma de fazer as formações católicas chegarem ao Brasil e ao mundo? CLIQUE AQUI e temos uma solução.