Quer uma vida equilibrada? Oração e Autoconhecimento.

Quer uma vida equilibrada? Oração e Autoconhecimento.

A oração é um impulso que nos leva ao céu, é deixar-se ser olhado por Deus sem pressa. É um caminho do seu eu verdadeiro com Aquele que é a Verdade.

A palavra autoconhecimento no dicionário significa: Conhecimento de si próprio, das suas características, qualidades, imperfeições, sentimentos que caracterizam o indivíduo por si próprio. A busca pelo autoconhecimento nos leva ao equilíbrio maior da nossa vida, a aceitação de quem somos, mas principalmente ao amor.

Deus na sua infinita sabedoria compreendeu que a nossa humanidade ferida precisaria de não só um domingo na sua presença, mas de um encontro diário com o seu olhar verdadeiro que não condena, mas que nos ensina, nos educa, nos ama. Ao nos deparar com a passagem de Madalena, onde Jesus não a olha como a pecadora, mas como aquela que seria fiel a Ele até a sua morte de cruz, fez com que aquela mulher recuperasse a dignidade a partir do momento que o seu olhar se encontrou com o olhar de Jesus, fez com que ela compreendesse, a cada dia que o seguia, a certeza de quem ela era na verdade de Deus, fez com que ela superasse seus pecados, a mancha de sua vida na sociedade, Jesus a fez acreditar de novo que era possível se erguer e continuar com uma vida digna. Como deve ter sido dolorido e amoroso o encontro de Madalena e Jesus. Dolorido porque para nós, nos machuca olhar a nossa verdade em sua amplitude, mas amoroso porque ela se permitiu amar, e permitindo-se amar ela aprendeu o real sentido da sua existência.

“O paradoxo do nosso caminho espiritual está no fato de subirmos para Deus à medida que nos rebaixamos até a nossa própria realidade... À medida que nós temos coragem de descer até as nossas próprias paixões, elas nos elevam a Deus”1.

Assim é a nossa vida de oração, um eterno encontro de amor com a nossa verdade, com quem somos. Jesus nos olha como humanos que somos e para isso Ele também conta com os recursos que nos agradam, que nos levam a vivermos uma harmonia com o Senhor nos nossos momentos com Ele durante a oração pessoal. Precisamos ser sábios, criativos para com nossos momentos de oração com o Senhor. Muitas pessoas se desconcentram com a presença de multidões, barulhos, ruídos. Seja sábio, queira como Madalena, lhe proporcionar a cada dia esse encontro de reconciliação, de conhecimento da sua verdade.

O autoconhecimento nos leva a compreender que, se hoje acordei e percebi que estou sem ânimo para rezar, que se hoje não estou querendo fazer nada para me encontrar com Jesus, preciso ser sábio, ir até uma capela e como Madalena me deixar apenas ser olhado por Jesus, me colocar aos pés do Senhor como um gesto de humildade, como quem não deseja falar nada, ou simplesmente não sente mais o sabor da oração, mas reconhece, que diante de seus olhos, esta o Autor de toda sua vida, de toda sua criação.

Os olhos de Jesus são como espelhos que não nos permitem usar maquiagem e nem roupas elegantes e bonitas, eles refletem apenas o que de fato somos, com simplicidade e sem máscaras ou fantasias. Jesus nos olha profundo, o mundo é quem nos olha acelerado e nos rotula como um vendedor distribui os preços de seus produtos sem se importar com o real valor que aquele vaso foi criado, do cuidado, do detalhe que nele há. Jesus vai além, e pode ir cada vez mais, é só se deixar ser autenticado pelo Seu olhar amoroso a cada encontro que você, a partir de hoje, pode lutar para obter. Decida-se pela oração, decida-se por se conhecer através dos olhos de Deus.

 

Por Raphaela Félix, Membro da Comunidade Recado.



1. GRÜN, Anselm. O céu começa em você. p. 25.

 

Quer fazer a evangelização acontecer no seu ministério? Então CLIQUE AQUI. Quer saber como ela pode chegar o mundo inteiro?! CLIQUE AQUI