Qual é o seu espinho na carne?

Qual é o seu espinho na carne?

Muitas vezes passamos por dificuldades, tribulações e provações e, buscamos a qualquer custo nos manter de pé, sermos fortes para sustentar o outro que está fragilizado, usamos a capa de “super-heróis”, não permitimos que as situações do mundo nos abalem. E assim, em alguns momentos, não reconhecemos que temos fraquezas e que somos miseráveis diante da Grandeza de Deus.

Paulo, apóstolo de Cristo, propagador do Evangelho, recebeu por permissão de Deus, um espinho na carne a fim de que ele reconhecesse que era fraco, frágil. E essa debilidade na vida de Paulo fez com que ele se abrisse totalmente a graça de Deus, se abandonou nas mãos do Pai. Esse abandono do apóstolo fez com que ele reconhecesse que Deus agia através de suas fragilidades. Percebeu que não pregava mais pelas suas próprias forças, mas sim pelo Espírito Santo que falava através dele, que agia nele, que fluía em seu interior.

E nós, que espinhos trazemos em nossa carne? No decorrer do nosso caminho de santidade, Deus, por vezes, permite o espinho da doença, da morte de um ente querido, da dificuldade financeira, entre outros. Essa permissão de Deus não é um castigo! São momentos onde precisamos reconhecer que somos fracos e que dependemos totalmente da força que vem do alto. Dependemos do Seu Amor que nos sustenta nesse processo. Se depender de nossas forças nós iremos cair. Mas, quando depositamos as nossas fragilidades nos seus braços de Pai com a confiança de uma criança, a graça de Deus nos bastará. Somente Ele é a nossa força! Com Ele iremos além.

Deus é um Pai misericordioso, não tenhamos medo de mergulhar no imenso mar de misericórdia que podemos encontrar dentro do Seu Coração! Ele não nos abandona, sempre nos espera de braços abertos para nos amar do jeito que estamos hoje, com as nossas fragilidades e misérias. Entreguemos a Ele os nossos espinhos que ferem a nossa carne e saibamos que não somos perfeitos. Deus nos compreende e nos ama mesmo assim, Ele não faz distinção! Ele veio para os doentes, marginalizados e fracos. Somos frutos do Seu Amor! A cada um de nós basta assumirmos as nossas fraquezas e confiarmos que a graça D’ele nos basta. É hora de abandonar a capa de “super-heróis”!

 

Por Rafaela Cassimiro, membro da Comunidade Recado.

 

Referência

  1. https://eventos.cancaonova.com/acampamento-de-pentecostes/pregacoes/e-preciso-se-reconhecer-fraco-para-o-espirito-agir/