Precisa de ajuda para orar? Dicas para viver bem sua oração pessoal

Precisa de ajuda para orar? Dicas para viver bem sua oração pessoal

Cada um de nós precisa redescobrir a importância e o lugar da ORAÇÃO em nossas vidas.

Orígenes vai dizer: “Ora sem cessar aquele que une a oração às obras e as obras à oração. Somente dessa forma podemos considerar como realizável o princípio de orar sem cessar”.

É certo que cada um de nós responde a esse apelo do Senhor de acordo com a determinação do nosso coração e as expressões pessoais de sua oração. Contudo essas expressões podem ser vividas em Grupo (Comunidade/movimento) e pessoalmente. Vivê-las em comunidade não é tão complicado. O Grupo de oração é um exemplo disso. Porém, vivê-la em comunidade com mais intensidade vai ser fruto da vivência da mesma individualmente. Ou seja, quando eu cultivar uma Oração Pessoal diária.

Para bem viver a Oração Pessoal, precisamos encará-la como ir a um encontro:

1. Local do encontro: escolher um lugar favorável para oração: uma igreja/capela, um cantinho em casa com um oratório. (Lucas 5,16 / Mateus 14,23 / Marcos 1,35)

2. Horário: ter uma hora marcada e tempo marcado: “Não fazemos oração quando temos tempo, reservamos um tempo para sermos do Senhor…” (Catecismo da Igreja Católica §  2710)

3. Clame sempre a presença do Espírito Santo antes de iniciar sua oração.

O que eu preciso levar para a oração? Vá livre para oração, sem esperar receber ou sentir algo. Apenas vá com a certeza no coração de estar indo ao encontro do Amado. Leve com você um caderno; caneta para escrever sua oração, pois algumas pessoas se concentram mais quando escrevem; uma bíblia, ou um livro de salmos, de um santo.

Mas preciso alertá-los: “A oração é uma atividade que exige esforço e cansa. Ela nos põe em combate”. A oração supõe um esforço e uma luta contra nós mesmos e contra as armadilhas do Tentador, sendo inseparável do combate espiritual.

Várias tentações se lançam contra os momentos de oração: a distração, a aridez, a experiência dos nossos fracassos, as concepções errôneas, a falta de fé, a acídia (semelhante ao desânimo), as diversas correntes da mentalidade... Mas o remédio está na fé, na conversão e na vigilância do coração. Devemos rezar sempre que possível, por ser uma necessidade vital.

Por fim, no catecismo diz que “Não nos é prescrito que trabalhemos, vigiemos e jejuemos constantemente, enquanto para nós, é lei rezar sem cessar” (Catecismo da Igreja Católica § 2742). 

 

Por: Fred Silva - Membro da Comunidade Recado

Você acha que está faltando mais formação para os artistas católicos? Então CLIQUE AQUI e temos uma solução para te apresentar.