O segredo de fazer exercício físico e não sentir dor

O segredo de fazer exercício físico e não sentir dor

Você que é Ministro de Dança e de Teatro já acordou em um dia após o ensaio com o corpo todo ou alguma parte dele extremamente dolorido sem saber por quê?

Essas dores musculares localizadas ou não, ocorrem por não fazer corretamente ou pela ausência de alongamento antes e depois da atividade física. Nossos músculos tendem a encurtar, ou seja, diminuir de tamanho, quando ficamos muito tempo parados ou costumam ficar enrijecidos quando fazemos uma atividade física muito desgastante.

O alongamento nada mais é do que um conjunto de exercícios que têm por função devolver aos músculos o seu tamanho natural ou relaxar a musculatura. Deste modo, alongar-se é extremamente importante antes e depois de qualquer atividade física, trazendo inúmeros benefícios à saúde e até mesmo ao desempenho no exercício.

Antes do exercício físico, o alongamento serve, principalmente, como um fator de prevenção contra lesões musculares durante a atividade, é uma forma de preparar o corpo para se exercitar, deixando-o mais flexível e ampliando seus movimentos. Depois do exercício, sua função é relaxar a musculatura, evitando as dores posteriores à atividade. O alongamento é uma atividade simples de ser realizada, pode ser feito em qualquer lugar e qualquer hora.

Alguns benefícios que o alongamento proporciona são:

  • Reduz o risco de lesões musculares ou entorses articulares (torcicolos, câimbras etc.).
  • Reduz as tensões musculares, relaxando a musculatura.
  • Aumento da flexibilidade e amplitude dos movimentos, melhorando o desempenho físico.
  • Reduz o encurtamento muscular.
  • Melhora a circulação sanguínea, prevenindo contra problemas articulares nos braços, pernas ou costas.
  • Melhora a coordenação motora.
  • Previne contra problemas posturais.
  • Auxilia no relaxamento mental, diminuindo o estresse.
  • Desenvolve a consciência corporal (propriocepção), à medida que a pessoa concentra-se na parte que está sendo alongada.
  • Reduz as cólicas menstruais, nas mulheres.
  • Ajuda no aquecimento, à medida que eleva a temperatura corporal.

O alongamento deve ser feito lentamente. Deve-se tentar relaxar durante a sua prática. Para isso, encontre uma posição confortável e sustente-a para relaxar o músculo, permanecendo nessa posição entre 10 e 30 segundos, depois, passe para o outro exercício. É importante também, manter a respiração de forma lenta e controlada.

Para a melhor eficiência dos alongamentos, deve-se seguir uma ordem dos exercícios: Dos membros superiores para os membros inferiores e do centro para as extremidades. Começa-se pelos músculos que são os principais responsáveis pelo movimento, chamados de músculos primários (os peitorais, os músculos superiores das costas, os glúteos e os posteriores das coxas). A seguir, passa-se para os chamados secundários, aqueles que participam do movimento de forma mais branda: bíceps (dos braços e pernas), e os músculos que envolvem as mãos, pés e dedos.

Muitas vezes, nos ensaios dos ministérios de dança e teatro, pela correria ou falta de tempo, acabamos por alongarmos de maneira apressada e terminamos o ensaio sem nos alongar novamente, isso acarretará em dores musculares, em desgaste físico e possíveis lesões.  Por isso, você que é Ministro de Dança e Teatro, priorize o alongamento antes e após os ensaios. É preciso cuidar do corpo que é instrumento para nossa evangelização!

 

Por Laianne Viana, Membro da Comunidade Recado.

 

 

Quer fazer a evangelização acontecer no seu ministério? Então CLIQUE AQUI. Quer saber como ela pode chegar o mundo inteiro?! CLIQUE AQUI