O Ritmo de Deus

O Ritmo de Deus

Estamos sempre esperando a hora seguinte, queremos que chegue aquele dia especial, aquele novo emprego, esperamos encontrar aquele amor que tanto aguardamos, queremos muito que chegue logo o que tanto sonhamos.

Atualmente, vivemos num ritmo frenético. Tudo é pra já, é agora. Estamos nos acostumando a querer tudo pronto, feito, terminado. Os dias vão passando num piscar de olhos, a nossa vida também. Tudo corre, e muitas vezes nos vemos como que diante de uma roda que gira sem parar, gira velozmente. Estamos quase sempre com este ar de pressa, de quem tem muitas coisas para fazer. São muitas demandas e na maioria das vezes não sabemos nem sequer por onde começar. E o tempo sempre é alvo de nossa vida, estamos sempre nos perguntando: será que vai dar tempo? Quanto tempo tenho?

O trânsito hoje é um exemplo da nossa correria, é difícil encontrar quem queira ou quem possa esperar. Buzinas, cara feia e pé no acelerador... Todos têm pressa de chegar ao local destinado, na hora marcada e a paciência é tão rara!  Esse é o ritmo que nos submetemos diariamente, principalmente quem vive nas grandes metrópoles. Esse é o ritmo do tempo, das horas, dos dias da gente, que é o oposto do ritmo de Deus na nossa vida. O tempo de Deus não se realiza assim, é o inverso desse tempo cronológico, determinado por nós e que estamos acostumados a vivenciar no nosso dia a dia, o ritmo  de Deus  é outro e é único para cada filho seu.

Temos a necessidade de parar para escutar os passos de Deus, Ele caminha na nossa vida no ritmo Dele. Não é apressado, nem é lento, Deus é exato, é sempre preciso. Basta olhar para nossa história de vida e ver como Deus agiu em cada momento da forma que Ele quis, pois é aí que Ele nos ama. Muitas vezes não sabemos o que estar por trás de nossas esperas, somos ansiosos, vivemos querendo logo, muitas vezes nossos pedidos para Deus são assim: “Senhor, que se faça isso, mas que seja em pouco tempo, que seja hoje, essa semana, esse mês...” Para Deus não há prazos, pois uma das formas Dele nos amar é nos surpreendendo. Ele gosta de surpresas, gosta de nos dar o que nosso coração anseia, muitas vezes quando menos esperamos, ou quando nosso coração está tranquilo, sem muitas ansiedades, na liberdade de estar e ser no compasso do Coração de Deus.

São Padre Pio de Pietrelcina já dizia: “Como é belo o esperar”. Deus mora na beleza. Se Ele é a própria beleza, a espera é bela, tem a essência de Deus. Esperar em Deus é uma arte e deve nos tornar livres para viver o abandono até mesmo do que esperamos, que muitas vezes não virá da forma que queremos, mas virá da forma mais perfeita para nós.

Nossa espera muitas vezes pode ser dolorida, esperar pode ser amargo, porém essa espera se torna doce na medida em que soubermos dar sentido a ela. Esperar com alegria nos move à liberdade, nos dá motivos para perseverar, almejando a realização dos planos de Deus em nós. O que nos move a continuar esperando mesmo quando tudo parece estar dando errado ou contrário daquilo que queremos, é a fé de que Deus fará o melhor para nós em cada tempo, em cada estação da nossa vida.

Quanto mais deixarmos o que profundamente desejamos nas mãos de Deus, mais abandonados estaremos e assim viveremos esse caminho feito de esperas no ritmo do Amor que faz tudo belo ao seu tempo.

 

Por Kilvânia Bezerra Gomes  Martins, Membro Compromissado da Comunidade Recado.

 

Quer fazer a evangelização acontecer no seu ministério? Então CLIQUE AQUI. Quer saber como ela pode chegar o mundo inteiro?! CLIQUE AQUI