O papel do coordenador no ministério de dança

O papel do coordenador no ministério de dança

Todo grupo de pessoas que se reúne com objetivos em comum necessita de uma estrutura organizacional para ter um bom funcionamento e andamento das atividades. Se cada um dentro do grupo decidir por si e caminhar em direções diferentes e até opostas, jamais conseguirão atingir seus objetivos. Da mesma forma acontece com os ministérios de dança.

O ministério de artes seja teatro, música ou dança precisa de uma estrutura organizacional bem definida. Essa estrutura organizacional compreende a divisão de funções e papéis em que cada membro assume responsabilidades e desempenha seu papel que é de suma importância dentro do ministério. Dessa forma, tem-se dentro do ministério a pessoa do coordenador.

O coordenador é a pessoa responsável pelo andamento do ministério, pela organização, orientação e acompanhamento de todas as atividades do ministério e seus membros. O coordenador precisa estar atento às necessidades do ministério bem como dos que fazem parte deste. Ele é o mediador, responsável por viabilizar o crescimento, desenvolvimento e amadurecimento de todo o ministério. O coordenador é o líder que está a frente. Todavia, é preciso compreender verdadeiramente o papel de um líder.

O líder é alguém que comanda, orienta, inspira, incentiva, motiva, acompanha, instrui, é aquele que assume riscos, que está a frente, mas faz junto. Algumas características marcantes que constituem um líder são:

  • Autoconhecimento: o líder precisa se conhecer, saber seus pontos fortes e fracos;
  • Servil: servir as pessoas da melhor forma possível, ser modelo, exemplo, testemunho, não liderando apenas com poder posicional, se utilizando da sua função de liderança, mas ensinando sempre os porquês;
  • Apaixonado: não se pode liderar sem paixão, sem amar o que se faz. Para inspirar os outros é preciso em primeiro lugar inspirar a si mesmo, se importar;
  • Sonhador: sonhar é sinal de esperança. Um líder que não sonha é uma pessoa que perdeu a esperança e, dessa forma, não motivará a ninguém;
  • Visionário: é aquele que enxerga além, que não se limita nos acontecimentos, mas que tem um olhar de louvor, buscando sempre ver além das aparências, do óbvio;
  • Conhecedor de sua missão: é aquele que realmente sabe àquilo que é chamado a ser e fazer;
  • Tem objetivos claros: aquele que atinge as coisas que mira, que sabe o que quer e aonde quer chegar;
  • Decidido: é aquele que assume o protagonismo em sua vida e não fica na passividade esperando sempre que alguém diga a ele o que fazer;
  • Não se deixa levar pelo medo: o medo não o paralisa mais, ele é capaz de arriscar e acreditar;
  • Aberto a críticas: compreende que só é criticado aquele que faz algo que tenha importância. A crítica o faz crescer, amadurecer;

 

Mas o que essas características de um líder tem haver com o coordenador de um ministério de dança? Um coordenador é também um líder e, como tal, ele precisa perceber em si essas características. Um coordenador assim como um líder não nasce pronto, por mais que algumas características sejam dons natos, o verdadeiro líder, o verdadeiro coordenador se faz buscando desenvolver suas potencialidade e habilidades, não se deixando limitar pelas suas fraquezas e limitações.

Como vimos nas características acima, o coordenador é aquele que como pastor vai a frente de suas ovelhas, mas caminha junto, sabe compreender o seu rebanho. É aquele que é capaz de inspirar, motivar e orientar suas ovelhas, fazendo-as reconhecer em si mesmas as suas qualidades e limitações, mas valorizando aquilo que ela tem de bom. O coordenador tem que saber se relacionar, conversar, saber o momento de falar, exortar e, principalmente, tem que saber ouvir, escutar. O coordenador é aquele capaz de cultivar em si e nos outros as virtudes da paciência, gentileza, humildade, respeito, altruísmo, perdão, honestidade e compromisso.

Existe algo fundamental que determina, define e difere um coordenador do ministério de dança e um coordenador no meio secular em uma empresa: sua experiência e intimidade com Deus! Acima de todas as características citadas, acima de toda habilidade e dom, está Deus, o Autor da vida, Aquele que é em nós e, por isso, nós somos Nele. Um coordenador do ministério de dança que vive com um pé na Igreja e o outro no mundo não está sendo coerente com a fé que professa. Deus não quer pessoas perfeitas, só Ele é perfeito. Deus quer pessoas que vivam Nele, para Ele e com Ele! Os santos são santos não porque não pecaram, mas porque a cada queda se levantavam e não desistiam de ser aquilo que Deus os criou para ser!!! Assim, também o coordenador do ministério de dança deve buscar em Deus viver seu caminho de santidade. Somente dessa forma, será testemunho ao seu rebanho e conseguirá conduzi-los a também viverem a santidade no serviço a Deus, à Igreja e aos irmãos.

Jesus é o maior líder que existiu! Assim, o coordenador tem na pessoa de Jesus o exemplo do verdadeiro pastor, do líder que acima de tudo ama os seus e encontra dentro de cada um a sua pérola preciosa. Sempre que, em seu dia a dia de coordenador, você não souber o que fazer, pergunte-se: Como Jesus faria? Você encontrará a resposta, pois é o próprio Deus quem te conduzirá. Você que é coordenador, caminhe com Jesus e deixe que a sua vida lhe ensine como guiar o rebanho que Ele mesmo te confiou.

 

Por Laianne Viana, Membro da Comunidade Recado.

 

 

Qual a forma de fazer as formações católicas chegarem ao Brasil e ao mundo? CLIQUE AQUI e temos uma solução.