Meu ministério produz arte ou apenas entretenimento?

Meu ministério produz arte ou apenas entretenimento?

Meu ministério produz arte ou apenas entretenimento?

 

Primeiro de tudo, existe alguma diferença entre os dois? Sim, existe.

 

Vamos a uma simples pergunta que vai nos ajudar a esclarecer essa diferença:

O que você prefere?

1.  Alguém que diz tudo aquilo que você quer ouvir, fazendo com que você se sinta melhor no momento em que ouve, mas que não o ajuda a resolver o problema/situação real e apenas o esconde.

 

2.Alguém que diz tudo que você precisa ouvir, lhe ajudando a refletir a real situação e a partir rumo a uma solução, mesmo que naquele momento aquilo lhe impacte de alguma forma, positiva ou negativa em seu ponto de vista.

 

A escolha parece simples, não é?

Assim funciona também com a arte e o entretenimento. O entretenimento como forma de atração, tem a missão apenas de distrair, fazer com que quem o consuma, esqueça-se de tudo e se volte apenas para aquele momento de anestesia, de distração. Já a arte carrega consigo uma missão muito maior, a de questionar, impactar, tocar, fluir sem a obrigação de entreter, por mais que às vezes isso aconteça.

 

Nós, como artistas católicos, temos a missão de utilizar a arte como meio, para anunciar o evangelho do Cristo ressuscitado, tendo como objetivo levar o outro à experiência de sentir-se envolvido pelo o amor e a misericórdia de Deus, causando impacto nestas vidas, fazendo-os conhecer a beleza do Criador e assim preparar o espaço para que o próprio Cristo toque os seus corações.


Não podemos deixar que nossas expressões artísticas, shows e espetáculos, se tornem meros entretenimentos. Se assim fosse, não haveria diferença nenhuma do que se é apresentado pelas expressões seculares e estaríamos desperdiçando verdadeiros dons que nos foram confiados por Deus.

 

Então, artista católico, seu ministério está produzindo arte ou entretenimento?

 

 

Erialdo Jeronimo

Músico Católico e membro principiante da vocação Recado