Medo de público? E agora?

Medo de público? E agora?

O medo de público é algo que todo mundo que precisou enfrentar uma plateia mais numerosa já o enfrentou em algum momento.  Então se você sofre disso tenha ao menos o consolo de saber que você não sofre sozinho. Alguns mais e outros menos, mas todo mundo sente alguma coisa de minimamente angustiante diante de uma plateia a observar o que você tem a fazer.

Contudo, esse medo não deve servir de motivo para que você não desempenhe o que é preciso ser feito. Principalmente se for alguma ação de evangelização. Se você espera que fazer algo diante de um público será uma experiência somente prazerosa sem nenhum tipo de sofrimento, eu preciso dizer que você está enganado. Todo trabalho requer esforço e algum sofrimento para ser realizado e o trabalho para Deus não foge a essa regra. Se for sua primeira vez diante do público você vai sofrer mais. Mas, a boa notícia é que isso vai melhorando com o tempo. O melhor remédio para medo de público é fazer o que tem que ser feito mesmo com medo! O medo só vai diminuindo à medida que você vai ganhando experiência com o público até chegar a um momento que isso vai estar mais tranquilo.

Outra ajuda é estar bem preparado para o momento. Ter estudado o que você precisa fazer e conhecer bem a tarefa a ser realizada vão ajudar a ter mais segurança. A pior coisa é ter que comparecer diante de um público sem estar preparado. Somente pessoas bem experientes conseguem contornar isso. Não confie no improviso e procure se preparar o melhor possível. Se tiver que improvisar você vai ter mais chances de saber o que falar.

Por experiência digo que os segundos iniciais são muito importantes. A primeira coisa que você vai falar ou fazer são cruciais. Se não tem experiência eu sugiro a não arriscar aqui (se vai contar uma piada talvez seja melhor que ela aconteça mais para frente ou que você nem mesmo conte se for um péssimo piadista). Procure começar de forma simples e a cada minuto diante do palco a tendência é de você ir se sentindo mais à vontade. Mas, se algo der errado nos instantes iniciais isso pode comprometer sua confiança para o restante do momento.

Se você é um artista os ensaios vão ser cruciais para o momento de estar com o público. Procure estar bem preparado e ensaiar o máximo possível. Um detalhe pode fazer toda a diferença e precisamos ir criando a cultura de fazermos o melhor para Deus. O público que o seu melhor. É só com isso que você precisa se preocupar. Mas, não espere revolucionar na sua estreia. Tente diminuir as expectativas que você tem com o que vai apresentar. É preciso ter a humildade que estamos diante de um processo e que não se começa nada do topo. O crescimento é normal e significa que você não vai ser tão bom assim de saída.

E por fim eu posso dizer o velho conselho de ser você mesmo. Não queira copiar irmãos de mais caminhada e mais conhecidos. Deus colocou em você dons que ninguém mais tem. É só se permitir conhece-los e partilhar com os outros. O público e o palco são só meros instrumentos para levar Deus até as pessoas. Saiba sempre quem é o mais importante.

 

Por Leonardo Falconeri, Psicólogo e Membro Compromissado da Comunidade Recado

 

 

CLIQUE AQUI para descobrir porque esse texto não foi feito só para você e como ele pode chegar à sua cidade INTEIRA!