Jesus, fonte inesgotável de Misericórdia.

Jesus, fonte inesgotável de Misericórdia.

A misericórdia de Jesus é infinita e eterna. Seu Coração anseia que acorramos a Ele para perdoar nossas faltas, em uma medida proporcional à sua própria incomensuralidade”.

 

Você já viu um cervo?

O cervo é um animal tímido e desconfiado, diferente de outros animais quando está com sede, ele não satisfaz em mata-la com as águas barrentas de rios que já passaram por vales e montes. Ele corre atrás daquelas mais puras e límpidas: uma fonte que brota do solo e esguicha sua massa líquida sobre pedras lisas, um gélido regato nascido há pouco tempo da neve derretida, ou então uma linda cortina de água escorrendo pela encosta de uma montanha rochosa.

Quem, como o cervo, não deseja encontrar uma fonte de água refrescante e transparente?

Trazendo este contexto para nossa espiritualidade, acaso não é Jesus a fonte inesgotável de água viva, para qual corre o cervo do Salmista? Fonte de água que jorra constantemente do Teu lado aberto. Coração ferido para nos dar de beber das suas graças.

 

Assim como o cervo busca a fonte das águas, minha alma suspira por Vós, ó meu Deus” (Sl 41,2 ).

 

Os olhos interiores, diz Santo Agostinho, são capazes de ver esta fonte, e uma sede interior arde em nós, no desejo dela. Então aconselha: “ Corre para a fonte, deseja a fonte. Mas não corras de qualquer modo, como qualquer animal. Corre como o cervo”. Assim como aconselha esse santo, em primeiro lugar devemos trazer dentro do nosso coração o desejo, o querer beber dessa fonte, para assim correr até ela, mergulhar no Coração Jesus, fonte inesgotável, da qual mata toda nossa sede de vida, de amor e de misericórdia.

A misericórdia de Jesus é infinita e eterna, pois anseia que a Ele acorramos para perdoar nossas faltas e nos saciar com a água viva da graça, a respeito da qual disse no Evangelho: “o que beber da água que Eu lhe der jamais terá sede” (Jo 4,14). Essa é a promessa de Jesus a cada de um de nós!

Quanto mais somos alimentados pela torrente impetuosa da graça divina tanto mais somos capazes de vencer obstáculos que nos bloqueiam de seguir no caminho da santidade. Nos tornando capazes de correr como o cervo, driblando cada barreira, derrubando muralhas!

A água viva de Cristo purifica as águas mais lodacentas, desgasta e remove as mais duras e traiçoeiras pedras do nosso coração, como a tibieza, a arrogância, o orgulho e a falta de perdão. Essa mesma água nos dá um coração puro, limpo, desejoso de não mais pecar.

O Coração de Jesus é de fato um manancial de onde jorra todas as graças, virtudes e beleza que nos devolve a identidade de sermos filhos de Deus. Esse Coração é a correnteza de amor profundo e de misericórdia que jamais acaba, que veio ao mundo para nos salvar e nos conceder a vida eterna.

 

Por Jacqueline Gelain, Membro da Comunidade Recado.

 

Referência

 

  1. http://www.arautos.org/secoes/artigos/doutrina/espiritualidade/como-o-cervo-busca-a-fonte-das-aguas-141024