Íntima Ligação

Íntima Ligação

Os devotos do Sagrado Coração de Jesus são sempre também muito devotos do Imaculado Coração da Santíssima Virgem. Esta íntima ligação entre estas devoções existe porque toda verdadeira devoção ao Coração de Maria conduz ao Coração de Jesus: “Ao ver Sua Mãe e junto d’Ela o discípulo que Ele amava, Jesus disse à Sua mãe: ” ‘Mulher, eis aí o teu filho’. Depois disse ao discípulo: ‘Eis aí a tua Mãe’ (Jo.19, 26-27), foi neste momento derradeiro da sua vida terrena que Jesus nos confiou à sua Mãe. Dessa forma, Maria nos conduz a Cristo, e Cristo nos conduz a Maria.

Santa Margarida Maria Alacoque compreendeu tão bem a correspondência entre as devoções aos Corações de Jesus e de Maria que considerava as duas uma só. Por isso, ela tinha o hábito de rezar esta jaculatória: “Divino Coração de Jesus eu Vos adoro e Vos amo do modo como viveis no Coração de Maria e Vos peço que vivais e reineis em todos os corações”2. O confessor de Santa Margarida, São Cláudio de la Colombière, indica o mesmo caminho indicado a nós por Jesus: “Resolvi não pedir nada a Deus em oração que não fosse por meio de Maria”3. Outros grandes santos, devotos do Sagrado Coração de Jesus, como Santa Brígida, São Francisco de Sales, referiam-se ao Coração de Jesus e de Maria, no singular, para evidenciar a perfeita união de sentimentos e disposições entre o Coração da Mãe e do Filho.

O Coração de Jesus e o de Maria não têm diferenças entre si, mas constituem um só e mesmo Coração. Não podemos separar estes Corações que Deus uniu tão estreitamente: o Coração do Filho de Deus e o de sua Bem-aventurada Mãe.

Muitos são os aspectos que nos revelam esta íntima ligação: a devoção das nove primeiras sextas-feiras e os cinco primeiros sábados; o espírito de oração e de reparação que anima as duas devoções; a promessa do triunfo final de Nossa Senhora em Fátima: “Por fim o meu Imaculado Coração triunfará”, e a promessa pelo Sagrado Coração de Jesus a Santa Margarida: “Eu reinarei”.

São Luís Maria Grignion de Monrfort, considera o Reino de Cristo como consequência do Reino da Virgem: “Para que venha o Vosso Reino, ó Jesus, venha o Reino de Maria! ” São Luís Maria acreditou, esperou e pediu por muitos anos a Deus que se realizasse o Reino de Jesus Cristo e da Virgem Maria nos corações dos fiéis. O Santo ainda profetizou: “mais cedo ou mais tarde a Santíssima Virgem terá um número nunca igualado de filhos, servos e escravos de amor, e que, por este meio, Jesus Cristo, meu Mestre, reinará nos corações como nunca”. E essa profecia se concretiza: muitos são os filhos de Nossa Senhora, aprendemos como filhos teus que: A Mãe indo à frente seus filhos estarão protegidos, e seguem teus passos, ela os leva sob tua proteção (jaculatória do terço de Maria passe na frente).

Dessa forma, Maria nos conduz a Cristo, e Cristo nos conduz a Maria.

 

Por Paulinha Nogueira, membro da Comunidade Recado.

Referências

1 Cf. Jo 19, 25-27.

2 ASSOCIAÇÃO APOSTOLADO DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS. A íntima vinculação entre as devoções ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria.

3 SÃO LUÍS MARIA GRIGNION DE MONTFORT. Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem Maria. Anápolis: Fraternidade Arca de Maria, 2002, 217.