Gestos e atitudes que fazem a celebração brilhar

Gestos e atitudes que fazem a celebração brilhar

Além de toda simbologia que cerca a celebração Eucarística, precisamos recordar que existem gestos e atitudes corporais, tanto do sacerdote, do diácono, e dos ministros, como do povo que visam dar maior beleza, nobreza e simplicidade ao rito litúrgico. A observância dos gestos e atitudes corporais “é sinal de unidade cristã que exprime e favorece os sentimentos dos presentes à missa”, daí o porquê de se ter uma atitude coerente com a Celebração.

Desde o início do cântico de entrada, ou enquanto o sacerdote se encaminha para o altar, até a oração coleta (oração pela qual se exprime o caráter da celebração), inclusive; durante o cântico do Aleluia que precede o Evangelho e durante a proclamação deste; durante a profissão de fé e a oração universal; e desde o invitatório (Orai, irmãos), antes da oração sobre as oblatas (o pão e o vinho que são despostos sobre o altar pelo sacerdote), até o fim da missa é o momento de se ficar de pé.

Sentados ficamos durante as leituras que precedem o Evangelho e durante o salmo responsorial, durante a homilia e durante preparação dos dons ao ofertório; e se for oportuno, durante o silêncio sagrado depois da comunhão.

Ajoelhamos durante a consagração, admite-se exceção em virtude de problemas de saúde, de estreiteza do lugar, o grande número dos presentes ou por outros motivos razoáveis; e mesmo que não estejam de joelhos é preciso que se faça uma reverência profunda enquanto o sacerdote genuflecte após a consagração.

Por certo que estes gestos e atitudes não encerram as ações do rito litúrgico, uma vez que as ações e as procissões do sacerdote ao dirigir-se para o altar com o diácono e os ministros, do diácono, antes da proclamação do Evangelho, ao levar o Evangeliário ou Livro dos Evangelhos para o ambão, dos fiéis ao levarem os dons e ao aproximarem-se para a comunhão, também devem se realizar com decoro e profunda reflexão, mas são aquelas ações que tornam única a Assembleia, remontando o povo às primeiras comunidades, cujo forte exemplo se encontra nos primeiros capítulos do livros dos Atos dos Apóstolos.

Adaptado da Instrução Geral do Missal Romano


Por: Liano Levy A. G. Vieira

CLIQUE AQUI para descobrir porque esse texto não foi feito só para você e como ele pode chegar à sua cidade INTEIRA!