Festa do Amor

Festa do Amor

Festa do Amor

 

A solenidade do Sagrado Coração de Jesus demonstra o amor de Jesus pela humanidade. É a festa do amor, de um coração que muito amou. Santo Inácio diz que é um amor que se manifesta mais nas obras do que nas palavras e é, sobretudo, mais dar do que receber. É um amor que se manifesta por cada um de nós.

O coração é um dos modos para falar do infinito amor de Deus por cada um de nós. Este amor chega a seu ponto alto com a vinda de Jesus. A devoção ao Sagrado Coração aparece em dois acontecimentos fortes do evangelho: o gesto de São João, discípulo amado, encostando a sua cabeça em Jesus durante a última ceia (cf. Jo 13,23); e na cruz, onde o soldado abriu o lado de Jesus com uma lança (cf. Jo 19,34). Em um, temos o consolo pela dor da véspera de sua morte, e no outro, o sofrimento causado pelos pecados da humanidade.

Papa Francisco em uma de suas homilias nos diz: “Ternura! O Senhor nos ama com ternura. O Senhor conhece aquela bela ciência dos carinhos, a ternura. Não nos ama com as palavras. Ele se aproxima e nos dá o amor com ternura. Proximidade e ternura! E este é um amor forte, porque nos faz ver a fortaleza do amor de Deus”.  Papa Francisco explicou-nos ainda que este amor deve se fazer próximo do outro, deve ser como o do bom samaritano.

O coração de Jesus é a manifestação visível do amor do Pai. Eis o coração manso e humilde de Deus colocado dentro do nosso peito. É mais que uma devoção, é uma espiritualidade de ternura, de afeto. É saber que temos um refúgio seguro, um colo. Ter a certeza de saber que somos filhos amados de Deus e esse amor jamais nos abandona. “Estarei convosco todos os dias até o fim.’’. Essa é a certeza de que temos, de que temos um Pai que zela por nós a cada instante de nossas vidas. Deus é um  Deus presente!

Que possamos reconhecer e nos entregarmos a esse amor, repousar em seu colo. Temos uma música de nossa vocação que diz: “se tenho abrigo em Teu coração, novamente encontrarei sentido de viver”. Ao nos entregarmos a esse coração sempre encontramos um novo sentido de viver. Ao contemplar os olhos de Jesus, seu coração transbordante de amor tudo se renova em nosso interior. Pois a promessa de Deus é que sejamos felizes e um coração que é atingido por esse amor que nos constrange só pode ser agraciado e disposto a querer que o nosso próximo experimente dessa riqueza divina.

 

Por Paulinha Nogueira, Membro da Comunidade Recado

 

 

Referências

Canção Nova. Disponível em: .

Rádio Vaticano. Disponível em: .

Musica “Leva-me ao seu Coração”, da Comunidade Recado

 



Você acha que está faltando mais formação para os artistas católicos? Então CLIQUE AQUI e temos uma solução para te apresentar.