Dicas rápidas de afinação para bateria

Dicas rápidas de afinação para bateria

Você já teve a experiência de ir em missão e se deparar com uma bateria totalmente desafinada? O que fez diante dessa situação? Algumas dicas podem facilitar nessas horas, já que nem sempre as missões nos apresentam instrumentos prontos parar serem tocados e nós, como ministros de música, precisamos estar preparados para fazer a vontade de Deus.

O primeiro procedimento é soltar todos os parafusos das peças da bateria, o importante é sempre soltar os parafusos que estão de frente um para o outro, e, depois de soltá-los, apertar com os dedos mesmo até você não conseguir apertar mais, fazendo este procedimento nas duas peles, tanto a pele batedeira como a de resposta.

Depois disso, você pega a baqueta e começa a apertar a pele dando meia volta nos parafusos usando a chave da bateria, depois já faz o teste para ver se a afinação ficou boa. Caso não tenha ficado satisfatório, você aperta mais um pouco a pele e veja se não tem nenhuma pele com ruga na lateral. Para chegar à afinação ideal, você pega a sua baqueta e bate com ela na pele perto dos parafusos até encontrar o som mais grave e achar o seu ponto certo, lembrando sempre de apertar os parafusos conseqüentes (ou seja, que estão de frente um para o outro).

E é importante dizer que vai muito do gosto do baterista, pois há bateristas que gostam da pele mais apertada e outras mais soltas, mas essa técnica de afinação não muda nada, pode ser utilizada para os dois casos.

Todo esse processo demorará cerca de uma hora para toda a bateria, lembrando que é legal aproveitar fazer uma limpeza geral na bateria.

 

Por Emanuel Moreno, Membro Compromissado da Comunidade Recado.

 

 

Quer mais dicas como essas para bateristas? Confira as seguintes formações:

7 dicas práticas para Bateristas

Três pontos essenciais para ser um bom Baterista

Auxílio ao Baterista

 

 

CLIQUE AQUI para saber o que é possível fazer pela arte católica no Brasil.