Dicas para disciplinar a vida de oração.

Dicas para disciplinar a vida de oração.

Uma vida de Oração nasce da decisão, cria raízes na renúncia, cresce pelo esforço, se desenvolve na perseverança e por sua vez dá frutos quando, por excelência, colocamos em Deus a dependência justamente pertencente a Ele.

Uma vida de oração desorganizada, indisciplinada e por vez infiel é consequência primeira de uma vida com as mesmas características. Sendo nossa vida de oração reflexo da disciplina de nossas próprias vidas, como vencer nesta sem também vencer em oração?

Então por que não rezar? Porque não desejar e buscar uma vida de oração disciplinada e consequentemente fiel? E se a desejamos, como alcançá-la?

Imaginemos uma gaveta cheia de objetos que a nós custem muito valor. Agora imaginemos que fora dela esteja um único, mas que em importância se sobressai a todos os outros. Sabemos que a gaveta está cheia, mas também que este objeto deve ser guardado. Chegamos a conclusão de que temos que decidir quais objetos devem ser retirados para assim liberarmos o espaço necessário.  

Não dá para pôr sem tirar, ganhar espaço sem perder. O mesmo se traduz na busca de uma vida de oração disciplinada, que por sua vez exige de nós renúncia e decisão. Não conseguiremos nos colocar realmente diante de Deus se não nos decidirmos primeiro por Ele, sabendo que essa decisão exigirá de nós a renúncia ao valor e ao tempo de prazeres que não venham da companhia d’Ele.

Disciplina é criar hábitos. Há, portanto, pequenos passos que podem nos ajudar na conquista da vida de oração, sendo esta primeiramente dependente de nossa decisão e esforço. E para disciplinar nossa vida de oração segue algumas dicas:

A)   Reconhecer que é Ele dono do nosso tempo.

Quando reconhecemos a supremacia de Deus em nosso ser e existir devemos dar a ele a prioridade que a Ele já deveria pertencer, para isso é preciso renunciar o que não nos é necessário e decidir pelo que é vital.

B)   Se conhecer

Procure se auto avaliar, reconhecer qual é sua dificuldade é de extrema importância, através dela é que se é possível desenvolver hábitos precisos de mudança.  (Sou preguiçoso? Disperso? Não tenho tempo?).

C)   Conheça seu corpo.

Analisando seu dia a dia aos poucos você descobrirá em qual horário estará mais disposto à oração. Que se tornará mais fácil quando porventura não se aliar ao cansaço ou mesmo ao sono. É de extrema importância evitar na oração posições que muito nos acomodem. (Rezar deitado, encostado).

D)   Conheça sua mente.

O que tira seu foco? Sua atenção? Quais as situações ou mesmo lugares que te afastam da entrega total a oração?

E)   Ter compromisso e disciplina.

Uma forma de facilitar nossa vida em relação aos horários é estabelecendo-os através de uma agenda diária, a princípio pode parecer a nós violento, mas é necessário programar seu dia e seus compromissos, lembrando-se de que o maior de todos eles são os compromissos que estabelecemos com Deus.

Após esse olhar de disciplina, sobre o reconhecimento da prioridade de Deus, sobre si mesmo, seu corpo e sua mente, organizar sua vida e consequentemente sua vida de oração se tornará muito mais fácil. Mas recordemos que o start para essa caminhada depende unicamente de nós mesmos.

 

“Se orar é encontrar a Deus. A vida de oração é caminhar sempre com Ele. ”

 

Por Ingrid Meneguelli membro da Comunidade Recado.