Deus e a riqueza – A correta relação com o dinheiro

Deus e a riqueza – A correta relação com o dinheiro

No trecho de Lucas 12, 22–34 a palavra grega para preocupação é merimna e pode significar afligir-se antecipadamente com alguma coisa, esperar com temor por algo, ter medo de algo. É mais que natural preocupar-se com o futuro, com a segurança do amanhã. Mas, se essa preocupação me leva ao medo ou mesmo à desesperança, ao invés de lançar-me em uma confiança de que o próprio Deus haverá de cuidar de mim, algo não está legal.

É exatamente isso que Jesus quer nos indicar nesse Evangelho: o Pai sabe que necessitamos do dinheiro para nosso sustento, mas Ele também nos indica a melhor forma de viver: “Buscai antes o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo”.

Não significa que eu não deva planejar com sentido e responsabilidade a minha existência terrena e, com isso, gerar determinada preocupação e busca de segurança. A questão é: se eu girar somente em torno de mim mesmo e de minhas preocupações e medos, toda a minha vida será cheia de intranquilidade e desesperança, vou precisar sempre buscar novos caminhos para sentir segurança, contudo, nada me deixará plenamente seguro.

O segredo é tomar providências antecipadas em relação ao futuro e, ao mesmo tempo, sempre nos desprender da preocupação. O Reino de Deus não é algo externo, mas uma imagem para o lugar interior do silêncio, por meio do qual Deus habita em nós; para o lugar dentro de nós onde Deus está (Cf. Lc 17, 21). “Pois onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração” (Lucas 12, 34).

O Senhor nos alerta “Nenhum servo pode servir a dois senhores: ou há de odiar a um e amar o outro, ou há de aderir a um e desprezar o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro” (Lc 16, 13). Aquele que serve a Deus torna-se livre; experimenta sua dignidade humana. Quem serve ao dinheiro escraviza-se, transformar-se em mercadoria a ser medida conforme valores financeiros e perde seu verdadeiro valor. Pelo modo como nós lidamos com o dinheiro evidencia-se nossa espiritualidade. No cuidado com o dinheiro, nós sempre mostramos, simultaneamente, nosso verdadeiro interior.

Bibliografia: DEUS E A RIQUEZA, Como usar bem o dinheiro - Thomas Kohrs / Anselm Grün.

Por: Fred Silva - Graduado em Ciência da Computação e Membro Compromissado da Comunidade Recado

 

Leve as formações e pregações da Comunidade para sua cidade!


Quer fazer a evangelização acontecer no seu ministério? Então CLIQUE AQUI. Quer saber como ela pode chegar o mundo inteiro?! CLIQUE AQUI