Como dialogar de forma eficaz nos meus relacionamentos?

Como dialogar de forma eficaz nos meus relacionamentos?

Cada pessoa traz dentro de si riquezas, histórias e um mistério na alma. Através do diálogo é possível compreender com clareza a vida de cada pessoa que passa pela nossa vida. Dialogar é importante porque liberta quem fala e constrói quem a ouve.

Como estão seus diálogos? Você tem escutado com carinho e com amor? Tem desejo de compreender a vida do outro? Esses momentos são importantes porque nos trazem vida. Caso contrário, se não existir diálogo no casamento, no namoro e até mesmo nas amizades, de forma alguma se manterá o relacionamento. Tudo se conquista através do diálogo!

 

Abaixo segue algumas dicas práticas para que os nossos diálogos entre as pessoas sejam cada vez melhores:

 

- Comunicação Verbal: Expressar-se de forma clara e com palavras aquilo que desejamos transmitir ao outro. Esse tipo de comunicação gera mais sintonia entre as pessoas, até porque falamos olhando nos olhos e isso gera mais afinidade no relacionamento.

Se não entendermos o que a pessoa queria dizer, perguntemos quantas vezes for necessário até entender. Muitos relacionamentos acabam por falta de compreensão.

Evitemos dar indiretas e ficar mandando sinais, isso é desagradável. Evitemos utilizar demais o silêncio pois ele pode significar que estamos sendo indiferentes ao que a pessoa está vivendo. O silêncio mal utilizado pode demonstrar imaturidade, uma forma de não querer mostrar o quanto o outro é importante para você.

- Seja Verdadeiro: Digamos sempre a verdade. Meias palavras, meias verdades ou omissão funcionam como uma mentira, pois privam o outro de conhecer toda a situação. É necessário ser mais transparentes. Se não gostamos do que o outro nos fez, devemos sentar e dialogar. Se precisarmos corrigir, façamos com caridade e misericórdia. Ser verdadeiro é também querer o bem do outro.

- Saibamos Escutar: Evitemos falar demais e não escutarmos o que o outro tem a dizer. Aprendamos a ouvir o outro sempre e em qualquer situação, sobretudo, ouçamos com o coração.

- Discutir a relação: Muitas vezes é necessário parar e sentar para rever o relacionamento, o rumo que ele está tomando, se há alguns exageros, cobranças, expectativas demais por parte de um, ou qualquer outra situação que seja necessário acertar as coisas. Se acontecer algum mal-entendido, fofocas entre outras coisas, é melhor esclarecer. Se for preciso, peça perdão, pergunte os motivos de tal atitude que o outro fez que talvez você não tenha gostado. Acolha e aceite o coração dessa pessoa. Todos estamos sujeitos a errar em qualquer momento. Perdoe!

Por fim, acolhamos cada pessoa como ela é, com suas diferenças, opiniões e jeito de pensar. Aceitemos as suas fragilidades e também suas qualidades. Nessa era da tecnologia exacerbada, saibamos olhar o outro nos olhos e falemos o quanto essa pessoa é cara ao nosso coração!

 

Por Rafaela Cassimiro, membro da Comunidade Recado.

 

Referências

  1. Livro Quem tem um amigo tem um anjo. Sandro Arquejada. Canção nova.
  2. https://formacao.cancaonova.com/relacionamento/os-riscos-e-beneficios-da-partilha/
  3. https://formacao.cancaonova.com/relacionamento/amizade/dialogo-e-partilha-fonte-de-crescimento/