Como ajudar meu irmão que sofre de ansiedade?

Como ajudar meu irmão que sofre de ansiedade?

Segundo a Psicologia, o conceito de ansiedade é uma resposta do nosso corpo diante de uma situação desagradável. Pode-se dizer que é uma reação própria do nosso organismo de nos manter de sobreaviso, em alerta, uma forma de indicar que estamos em desequilíbrio. Atualmente, esse tipo de transtorno se faz muito presente em nosso meio de convívio, e pode ser desencadeado por diversos fatores. Porém, é recomendado ajuda médica e terapeutas especializados para dar um diagnóstico definitivo. Se não tratado de forma correta, pode se agravar e evoluir para outros transtornos mais graves, dentre elas, a depressão e síndrome do pânico.

No meio comunitário, em nosso ministério, na convivência fraterna, em algum momento viveremos com irmãos que sofrem de ansiedade. “E a questão é como podemos ajudar esses irmãos? Como devemos agir”?

Além dos tratamentos psiquiátrico e psicológico, existem também outras formas de podermos auxiliar esses irmãos:

  • Podemos ajudar com a nossa presença e com o nosso coração aberto e disponível para o escutar. Ouvir as suas angústias, preocupações, compreender seus sentimentos e pensamentos, consolarmos o coração do nosso irmão não com palavras, mas simplesmente ouvindo o que ele precisa colocar para fora.
 
  • Outra forma de ajuda é fazer com que ele mude o foco dos pensamentos diante de uma situação desagradável, levando-o para sair em um lugar aberto, sem muito público, para que ele possa respirar. Outra coisa é permanecer com ele na casa e assistir um filme com ele, conversar sobre outras coisas, fazer o irmão rir, levar algo que ele goste de comer, jogar jogos para o distrair.
 
  • Saibamos acolher esse irmão com amor e misericórdia. A ansiedade não é frescura, é um transtorno sério e que precisa de tratamento. Caso, não saibamos como agir ou como o acolher, pesquisemos mais sobre o assunto, tiremos dúvidas com os profissionais.

 

A palavra de Deus nos recorda que devemos entregar as nossas ansiedades e preocupações no Coração de Jesus. Assim como o salmista diz no Salmo 55, 33: “Entrega ao Senhor tua ansiedade e ele te dará apoio, nunca permitirá que vacile o justo”. É convite D’ele que encontremos descanso em seu Coração. A partir do momento que entregamos a Ele todas as nossas preocupações a angústia vai diminuindo. É necessário confiarmos que a graça de Deus nos sustenta e nos protege.

Por fim, se nosso irmão que está ao nosso lado sofre com esse transtorno, não hesitemos em consolá-lo e rezarmos pela vida dele e por essas situações que ele está vivendo. Ofereçamos a ele nosso apoio, assim como diz a Regra de Vida Recado: “O apoio, o carinho, o zelo, o acolhimento ao outro devem ser sinais visíveis de que buscamos a libertação, não só dos apegos do mundo, mas de tudo que há em nós, que nos faz centralizados, fechados em nós mesmos”. ¹. Ir ao encontro do outro é um caminho de libertação e de santificação. Que Deus nos dê a graça de sairmos de nós mesmos e de sermos apoio para os irmãos que sofrem com a ansiedade.

 

Por Rafaela Cassimiro, Membro da Comunidade Recado.

 

Referências

  1. RVR 174.
  2. https://formacao.cancaonova.com/atualidade/comportamento/como-lidar-com-ansiedade-e-ataques-de-panico/
  3. https://pt.aleteia.org/2017/08/29/sofre-de-ansiedade-entao-voce-precisa-conhecer-o-conselho-mais-repetido-na-biblia/
  4. https://clube.cancaonova.com/sorrindo-para-a-vida/como-vencer-a-ansiedade/
  5. https://conceitos.com/ansiedade/