Auxílio ao baterista

Auxílio ao baterista

Bateria... Instrumento causador de grandes polêmicas na década de 80 em muitos lugares. Já foi considerado diabólico e impróprio para o serviço do louvor na Igreja. No entanto, este instrumento superou muitos preconceitos e hoje está presente na maioria das comunidades, tanto nas liberais quanto nas tradicionais. Mas, apesar desta grande revolução ter ocorrido, é extremamente difícil encontrar estudos ou artigos voltados ao baterista. Apesar de a bateria ser um instrumento tão comum no ambiente Cristão, é raro encontrar dicas de auxílio aos instrumentistas envolvidos com instrumentos de percussão. Por esta razão decidi escrever este artigo, que abordará alguns temas relacionados. Observe:


Devemos estar Atentos!!!!

Como a bateria não é um instrumento melódico, haverá momentos em que ela nem precisará ser tocada, dependendo de como o Espírito Santo estiver agindo. Às vezes, será melhor utilizar baquetas com "esponjas" para preencher as melodias nos pratos, sem precisar fazer ritmo. Em outras ocasiões, a bateria será mais necessária que outros instrumentos, quando a igreja estiver alegre e jubilosa, por exemplo. Neste caso, o baterista poderá se soltar mais, mas sempre atento à pessoa que está ministrando o Louvor ou a Celebração. Muitos podem estar se perguntando: Como posso saber que direção tomar? Bom, antes de tudo, você deve pedir especificamente que o Espírito Santo o dirija, dizendo sempre o que fazer nos cânticos que serão entoados. Tenha este hábito e depois de algum tempo você notará uma grande diferença em seu modo de tocar.

 

Técnica e estudo:

O baterista deve ser um músico de muita dedicação ao seu instrumento. Ele deve estudar várias técnicas, leitura da partitura, treinar o ouvido etc. Isto é obrigatório, porque ele será o guia do ministério de música. Todos os instrumentos seguirão o seu compasso, ritmo e velocidade. Se o baterista aumentar a velocidade em um cântico, por exemplo, todos aumentarão também, incluindo a assembleia. Ninguém consegue cantar ou tocar com um baterista que toca desordenadamente. Por esta razão, ele deve sempre estar ensaiando ao lado de um metrônomo, que pode ser comprado a um preço de R$ 50,00 em lojas de instrumentos musicais. Isto evitará que ele adiante ou atrase as músicas na hora do Louvor ou Celebração.


Cuidado para não chamar a Atenção!

Este é um tópico que merece atenção especial. O baterista deve ter todo o cuidado para não chamar atenção da plateia para si. Como um ministro de música, o baterista deve estar disposto a entregar suas mais bonitas "viradas" a Deus; seus ritmos mais difíceis devem ser executados em louvor ao Senhor. Você deve entender que aquela hora de adoração não é hora para show, workshop ou treinamento. Na hora do louvor ou celebração, o baterista deve adorar a Deus em espírito, deve elevar seu coração a Deus, para entregar-lhe o melhor do seu dom. Cuidado para não "querer mostrar" o que sabe, ou "mostrar que sabe" tocar bateria ou que é um bom baterista! Se você sabe adorar a Deus tocando bateria, você já é um bom baterista!

 

Conclusão: 
Meus irmãos, antes de terminar este artigo gostaria de resumir tudo o que escrevi até agora em 5 itens. Observe abaixo:

- Os bateristas devem ser dedicados ao estudo;

- Devem estar atentos às moções de Deus;

- Devem ter sensibilidade;

- Devem buscar a abertura do coração às moções de Deus;

- Devem louvar a Deus, e não apenas tocar.


Por: Emanuel Moreno Antunes Gonçalves

CLIQUE AQUI para descobrir porque esse texto não foi feito só para você e como ele pode chegar à sua cidade INTEIRA!