Artista: Servente de Deus

Artista: Servente de Deus

"Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser." (João 2, 5).

O artista, por natureza, é um servente de Deus. É alguém que se utiliza de instrumentos (sua voz, seu corpo, lápis, caneta, papel, pincel, tinta, tela, instrumentos musicais etc.) para comunicar ao mundo a Beleza que é o Cristo. E não o faz apenas com as suas próprias forças. Como nos ensina a passagem das Bodas de Caná, a função dos serventes é pegar as talhas, enche-las com água e levá-las ao seu destino: os convidados. E no decorrer deste trabalho acontece a Graça: a água é transformada em vinho pela ação sobrenatural de Jesus! 

Trazendo a passagem para o nosso cotidiano, os serventes são os artistas, as talhas são os instrumentos utilizados pelos artistas e a água transformada em vinho é a tela, a música, a dança, a esquete, a arte, enfim, é a Beleza. E os convidados? Ah, os convidados são todos aqueles que necessitam conhecer a Verdade da Boa Nova! São todos aqueles que estão sedentos pelo Vinho Novo. Não o vinho que o mundo oferece, mas o Vinho que salva, que transforma. O melhor Vinho!

E não nos esqueçamos do papel fundamental de Nossa Senhora, que intercede pelos convidados junto ao seu Filho, dizendo: "Eles já não tem vinho" (João 2, 3). Em seguida, ela vai aos serventes e diz: "Fazei o que ele vos disser" (João 2, 5).

Artista católico, servente de Deus, hoje Nossa Senhora vem ao seu encontro para dizer-te: "Fazei o que ele vos disser"! Esteja atento aos sinais da Mãe, através do Terço, do Ofício, da sua oração pessoal. Aproxime-se daquela que nos aproxima do Cristo!

 

Por Alexandre Reis, Membro da Comunidade Recado.

 

 

 

Você acha que está faltando mais formação para os artistas católicos? Então CLIQUE AQUI e temos uma solução para te apresentar.