ARTE: A porta do mistério!

ARTE: A porta do mistério!

A liturgia cristã nos convida, a cada dia, a preencher nosso coração da esperança: esperar Aquele que virá. Esta parusia abre nosso coração à aurora de um novo dia, de um novo tempo.

“Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á.” (João 10,9)

O Cristo é a porta que nos abre para a verdadeira vida, a plenitude da felicidade. Jesus, nos evangelhos, sempre se apresenta como a porta. É preciso passar por Ele para entrar na intimidade de Deus, nosso Pai.

Pela nossa arte, seja música, dança, teatro, escultura, pintura, fotografia, abrimos a porta para o mistério. Podemos dizer que a arte é uma porta para o desconhecido. O artista é habitado pelo desconhecido, por uma busca da verdade. Não procuramos com nossa arte, com nosso dom, responder às grandes questões da existência, mas abrimos uma passagem para esta verdade.

O tema da porta é mais que uma ideia, é uma maneira de mostrar o que é a arte e o artista na busca da verdade. É o símbolo de uma brecha para o mistério inatingível. É uma maneira de expressar o que temos de mais profundo no nosso coração.

O Papa Bento XVI, no Ano da Fé, nos convidou a dar este passo, a ousar caminhar nesta porta da fé, que é o próprio Cristo; ela nos introduz na vida de comunhão com Deus, que nos permite penetrar no mistério, fonte de inspiração.

Ousemos passar por esta porta, ousemos dar um passo em direção Àquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida.

 

*Baseado na homilia do Bispo Hubert HERBRETEAU


Por: Milena Caliope

Qual a forma de fazer as formações católicas chegarem ao Brasil e ao mundo? CLIQUE AQUI e temos uma solução.