A Arte de ser músico

A Arte de ser músico

A arte de ser músico

 

Ser músico é uma atividade definida pelo sentimento. Para entender um pouco é só se perguntar: Por que a música nos toca tanto? Ela foi criada no íntimo da alma, em meio a dor e a graça e por isso é algo que interioriza e que se transpõe exteriormente.

A Igreja pede que subamos ao monte e assim, possamos ser instrumentos para abrir o caminho ao outro, para que este também consiga encontrar esse monte. Você, músico, não é músico para você, mas, para o outro! Nesse sentido carregar os sonhos, sofrimentos, doenças, decepções, tristezas e alegrias gerando canções de libertação, confiança, abandono e entrega àquele que é.

Subir sozinho é uma forma de vaidade, egoísmo e pecado. Devemos ser artistas de Deus não só nos palcos, mas, na vida. Sejamos estudantes da fé, aprendizes o tempo todo, cabeça que pensa e coração que sente. Sob a inspiração da graça, cantai a Deus de todo coração salmos, hinos e cânticos espirituais (Cl 16,2).

Buscai as coisas do alto onde Cristo está sentado à direita de Deus. Afeiçoai-vos às coisas lá de cima e não às da terra (Cl 3,1). Busque inspirações de Deus no seu compor, deixe que Ele guie e comande o seu ser artista, manifeste esse louvor de entrega e demonstre aos outros as obras que todos os dias é realizado em sua vida.

Somos chamados a propagar, através da nossa arte, um coração que reflete seu amor. Precisamos subir degraus de fé e transformar as nossas letras, ritmos como hinos que são cantados pelos anjos para louvar e engrandecer ao Pai. Para assim ser, é crucial a oração e intenção reta de chegar aos céus. É se esquecer de si, e aprender todos os dias a viver pelo outro, é aprender através da palavra revelar a importância da música como combate, luta e vitória, pois a música é uma espada bem fina que penetra os corações até dos mais endurecidos. É lapidar essa pedra bruta, sendo educado por Deus para santificar-se e assim, ser santificadora, gerar vida através do dom que Ele nos presenteou.  

 

Por Alessandra Hayashi, Membro Compromissado da Comunidade Recado