8 dicas para ajudar a viver o amor fraterno

8 dicas para ajudar a viver o amor fraterno

Padre Daniel Ange* partilha sua experiência sobre amor fraterno na escola Jeunesse Lumière.

Confira:

1) Eu quero receber meu irmão como um presente dado pelo coração de Jesus. Eu vou acolher. Uma comunidade não é um clube de amigos. Nós não escolhemos uns aos outros. Foi Jesus quem nos escolheu por tempo ou para toda a vida.

Na nossa escola fazemos um pacto de confiança, antes de vivermos juntos, onde expressamos o presente que é o irmão.

2) A descoberta. Ao longo dos dias, eu vou aprender a conhecer o meu irmão. Algumas coisas vão me espantar, mas eu sei que é o meu irmão.

3) Escutar uns aos outros. Cada um é uma palavra viva que Deus me fala. Ele é meu mestre de alguma forma. Jesus vai fazendo, assim, minha educação.

4) Se afinar com os outros, uma comunidade é como uma orquestra, tem as flautas, guitarras, pianos, tudo isso deve ser harmonizado, cada instrumento tem seu lugar. O maestro é quem vai dar harmonia. Cada um toque bem com sua partitura, em harmonia com os outros. Na escola temos um momento semanal onde discutimos os problemas da comunidade e escutamos uns aos outros.

5) Estimular uns com outros. Eu sou ciumento pela santidade do meu irmão? Nós temos que ir para o céu juntos. É preciso que haja esse estímulo mútuo na caridade.

6) É um lugar de cura mútua. Curar uns aos outros no amor.

7) Abençoar-se mutuamente. Na oração da noite, nós nos abençoamos porque meu irmão é uma benção viva.

8) Perdoar-se, perdoar uns aos outros. Não posso abençoar sem pedir o perdão. É um momento maravilhoso.

As disputas, as briguinhas, não são graves, sobretudo, porque somos de línguas diferentes. Alguns são mais calorosos, os suecos mais sóbrios. Os mal entendidos podem acontecer, isso não é mais grave que os arranhões em uma floresta. Isso se torna grave se os pequenos arranhões se infeccionarem. É preciso que eu desinfete com álcool, o que purifica é o perdão mútuo.

Formação de 27/07/2002

*Mantido o tom coloquial das palavras do autor. Daniel Ange é sacerdote, nasceu em 1932, em Bruxelas, Bélgica. Aos 17 anos entrou na Ordem de São Bento de Clervaux (Luxemburgo). Em 1984, fundou a Escola “Jeunesse-Lumiére” (Juventude-Luz), que começou nos Alpes. Em setembro de 1987, a escola se instalou no sul da França, onde está até hoje. Realizou 220 turnês de evangelização em 42 países e faz intervenções frequentes através dos meios de comunicação.  É autor de livros sobre afetividade e sexualidade, como “Teu corpo feito para o amor” (1985), e de espiritualidade, como “A Oração – Respiração Vital” (2005).

Fonte: http://www.comshalom.org/8-dicas-para-ajudar-a-viver-o-amor-fraterno/

Agradecimento Site Comunidade Shalom

CLIQUE AQUI para descobrir porque esse texto não foi feito só para você e como ele pode chegar à sua cidade INTEIRA!